Advertisements

Cortes de Mano Menezes demonstram submissão a José Maria Marin

Temeroso com seu próprio futuro na Seleção Brasileira, o treinador Mano Menezes passou a acatar “pedidos” do presidente da CBF em suas convocações, diminuindo consideravelmente os habituais “truques”, que tanto beneficiaram seus amigos empresários.

A maior demonstração de sua submissão ficou por conta do anuncio, ontem, de alguns cortes na lista de prováveis convocados às Olimpíadas.

Ronaldinho Gaucho, tido como “símbolo” do torneio pelo treinador, ficou de fora, assim como os “craques” do Shakhtar Donetsk, presentes em todas as listas da era Teixeira.

Apenas um, Douglas Costa, foi relacionado, e pode até ser chamado, evitando assim o rompimento do “contrato” oculto entre Mano Menezes e o empresário Franck Henouda, que manda e desmanda na equipe Ucraniana.

Para finalizar, Hernanes também foi preterido, mesmo sendo um dos melhores do mundo em sua posição.

Mas, neste caso, nada teve a ver com influências externas, mas sim com a já conhecida birra do treinador, que quando pega bronca de alguém esquece de que o lado pessoal não deve prevalecer sobre o profissional.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: