Corinthians: diretor financeiro se complica ao ser questionado por conselheiros

Ontem, no Parque São Jorge, munidos de cópias de matéria publicada neste espaço, que deu conta de um estranho sumiço de valores nas contas do Corinthians, em março de 2011, conselheiros do clube pediram explicações ao diretor financeiro Raul Corrêa da Silva.

http://blogdopaulinho.com.br/2012/05/25/farra-obsessiva-onde-estava-o-dinheiro-do-corinthians/

E as respostas foram ainda mais alarmantes.

“Não tem nada demais. O Corinthians nunca teve dinheiro na conta”, disse Raul.

Impressionados, os conselheiros perguntaram, então, em que lugar fica o dinheiro do clube.

Visivelmente incomodado, o diretor respondeu: “Não tem dinheiro nenhum, tratamos de outra maneira…”, sem especificar, ainda, de que maneira estaria falando.

Realmente estranho.

Qual seria a “outra maneira” e em que lugar, sem ser pelos métodos tradicionais, seria movimentado o dinheiro do Corinthians ?

Não soube responder também quem são, ou quem estaria por trás, das empresas que foram citadas pelo promotor público como verdadeiras investidoras do Fielzão: “Sei lá que empresas são essas… não sei… não sou eu que tratei isso…”

Pois é.

Essa é a maneira “transparente” com que o Corinthians vem sendo gerido nos últimos anos.

A conversa acima, absurda por natureza, ocorreu de maneira informal, dentro do Parque São Jorge.

Cabe agora aos conselheiros alvinegros formalizá-la, para ver se, oficialmente, Raul Corrêa tratará a todos com o mesmo descaso que demonstra ter pelo dinheiro alvinegro.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.