Advertisements

A esplendorosa Meryl Streep

“A Dama de Ferro”, filme que retrata parte da vida de Margareth Thatcher, uma das mais poderosas mulheres de todos os tempos, beira a mediocridade.

Com história fraca e direção pouco inspirada, perdeu a grande oportunidade de contar, com qualidade, um dos momentos mais importantes da história mundial.

Porém, a Academia, com rara felicidade, soube premiar com dois merecidíssimos “Oscars”, as únicas partes positivas dessa obra.

Primeiro, a maquiagem, que retratou com exatidão todos os períodos da ex-primeira ministra britânica.

Depois, com maior merecimento, a atuação excepcional desse monstro sagrado da história do cinema, que responde pelo nome de Meryl Streep.

Impecável, carregou nas costas um filme que sequer seria lembrado não fosse sua inesquecível participação.

Após 17 indicações, e três conquistas de “Oscar” (merecia muito mais), Streep consolida-se como uma das melhores atrizes – senão a melhor – de todos os tempos.

Advertisements

Facebook Comments

55 comentários em “A esplendorosa Meryl Streep”

  1. JUVENAL JUVÊNCIO SOBRE ANDRES SANCHES:

    “Como ele é analfabeto, não entendi o que falou sobre cartuchos”
    (…)
    “Outra coisa, não foi ele que liberou o Lucas, mandaram-no liberar. Fiz umas ligações e, se não em meia hora, em 40 minutos tudo estava resolvido”

    Comentário do Vurgo:

    Esse Andres Sanches é uma marionete da CBF…JJ calou a boca desse Mobral Inconcluso!

    Chupa que é de UVA, Sr. Andres Sanches!!!!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: