Advertisements

Eleições corinthianas: mulheres fazem a diferença

Poucas vezes a participação feminina foi tão importante num período eleitoral de clube de futebol como no Corinthians de agora.

Até porque não é costume, nessa cultura ainda machista, delegar poderes às associadas ou torcedoras.

Coube ao empresário Paulo Garcia a percepção de que não apenas elas seriam importantes em sua campanha – na verdade, fundamentais – como o fato de terem sido jogadas às traças nos últimos quatro anos de gestão Andres Sanches traria ao trabalho delas a indignação necessária para brigar pela vitória.

Hoje pode-se dizer sem o perigo de errar que boa parte da evolução de sua candidatura, e o crescimento das chances de vitória são frutos da dedicação de todas elas.

Percebendo que erraram ao não dar o valor devido ao público feminino, os membros da chapa situacionista, do Delegado Mario Goobi, tentaram, ontem, reverter o quadro, porém, como de costume, metendo os pés pelas mãos.

Todas as mulheres que estiveram no Parque São Jorge receberam uma rosa, com o nº 10 (da chapa do delegado), e, se colocassem a camiseta da candidatura tinham seu almoço liberado.

Na verdade, passavam ao lado do caixa, sem controle, gastando recursos do clube, noutro caso de utilização da máquina – grana do Corinthians – em favorecimento dos atuais mandatários.

Só que o tiro saiu pela culatra.

Além de terem percebido a manobra, muitas mulheres, que ficaram à margem das coisas do clube nos últimos anos, em vez de seduzidas pela oferta, se indignaram.

E, mesmo as que ainda estavam indecisas, desde ontem, passaram a repudiar os autores da atitude.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: