Advertisements

O covarde “Coronel” Dutra

Coronel Dutra (dir.) com o desqualificado advogado de André Negão

Waldir Rapello Dutra – chefe de segurança do Corinthians – ousou me processar criminalmente.

Provarei, nos próximos dias, que ele faz parte de uma matilha de cães, que ladram aos pés de Andres Sanches.

Subserviente ao poder corrompido, o “Coronel” Dutra – como é conhecido – é covarde e se esconde atrás de sua patente para cometer crimes.

Utiliza-se para isso de outros policiais – corruptos – que cometem atrocidades sob o seu comando.

Alguns deles, seguranças do Corinthians.

“Coronel” Dutra terá também que se explicar a PRODAM – onde foi agraciado com um cargo “fantasma”, o motivo de suas ausências não justificadas, embora, ao final do mês, o salário continue entrando em sua conta.

Policiais que praticam o banditismo – como o “Coronel” Dutra – são combatidos duramente – e sem medo – por este espaço, que sente absolta repulsa de suas ações criminosas.

Aos amigos que se preocupam com minha integridade física, garanto que esse tipo de gente não pode me causar mal maior do que fizeram a própria honra.

Facebook Comments
Advertisements

51 comentários sobre “O covarde “Coronel” Dutra

  1. euclydes zamperetti fiori

    Este cara faz parte do maior partido politico armado deste Brasil, brasileiro, estão em todos os setores de nossa vida,nos poderes executivos, no judiciário, na promotoria nos legislativos, mandam e desmandam.
    Se intitulam os + “honestos”
    Acorda Brasil.

    zamperetti fiori
    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  2. JÔNEI, UM JUSTO

    ****** URGENTE ******

    Estimado mentor Andrade Neto,

    Abraço neste momento as palavras do querido amigo Francisco Terra. Confesso que dificilmente toleraria sua ausência neste blog. E tenho certeza que eu não seria o único.

    Há um exército de probos anônimos que acompanham suas lições diariamente neste espaço. A maioria deles não tece comentários. Francisco Terra, o jovem e promissor Helder e eu somos apenas a ponta do “iceberg” moralizante que encontrou no blog do corajoso Paulinho sua segunda casa.

    Estou aqui há pouco tempo e ainda muito tenho a trabalhar para chegar ao patamar de dignidade e discernimento alcançado por V.Sa. e por Francisco Terra. Vós sois meus paradigmas absolutos. Qualquer um de vós que se ausentasse por período superior a um dia útil a mim e à nação de justos faria imensa falta.

    Por mais que eu me esforce ainda não consegui alcançar a intimidade que V.Sa. possui com o vernáculo e com a moral. Tampouco obtive a mesma excelência e bondade nos assuntos do coração observáveis em todos os textos de Francisco Terra.

    Considero-me apenas um neófito e sinto que sem sua presença constante minha jornada seria mais árida que os 40 dias de Jesus Cristo no deserto, tudo elevado à décima potência. O jovem Helder certamente restaria inconsolável.

    Ajoelho-me perante V.Sa. e imploro para que continue a nos iluminar com sua sabedoria diuturnamente, ausentando-se excepcionalmente apenas em feriados religiosos e viagens ao exterior para visitas à ONU.

    Cordialmente,

    JÔNEI, UM JUSTO

  3. Helder

    Porquê só há denúncias aqui?

    A grande mídia não se importa com esses casos? Ou estão sendo… premiadas para não investigarem?

    É depois é o SPFC que é blindado.

  4. Helder

    Peço encarecidamente, que você que possui condições de doar, venha aos postos de arrecadação e ajude o clube da marginal como que puder: trocados, moedas, vale-transporte, vale-refeição, maço de velas, colchonetes, alimentos não perecíveis, o que for doado será bem vindo. Obrigado.

    Nos torcedores dos clubes co-irmãos lançamos essa Campanha. Seja solidário. Ajude o Todo Poderoso Timão, Não o deixe na Escuridão!

  5. Cléber Kimura

    Cuidado Paulinho,

    Qualquer hora vc poderá aparecer jogado em algum matagal, com a boca cheia de formigas e um caibro atochado no toba.

  6. Vitor Raatz Bottura

    Você defende tanto o Sr. Fausto de Sanctis, mas ele faz exatamente como os policiais que tentaram invadir sua casa para levar uma intimação. Ocasião que as reclamações ecoaram durante dias.

    Mas o Sr. de Sanctis faz de uma forma muito pior, ele invade a casa das pessoas, sua intimidade e liberdade sem ninguém perceber, valhendo-se de escutas telefônicas autorizadas em desacordo com a legislação vigente.

    Uma agressão sem tamanho e de uma gravidade incalculável.

    O Trio Protógenes-De Grandis-De Sanctis cansou de fazer esse tipo de coisa.

    O que o Protógenes relatava, o De Grandis não perdia seu tempo em ler e já oferecia denúncia. Da mesma forma o De Sanctis recebia a denúncia.

    É preciso analisar profendamente as questões antes de sair criticando alguns e elogiando outros.

    Um mundo não é somente esse maniqueísmo.

    Mocinho de um lado e bandido do outro.

  7. Luiz Rodrigo

    Paulinho

    Eu teria medo de mexer com essa gente. Boa sorte e parabéns pela coragem.

  8. Edu-Tricolor

    Paulinho,

    Ou você é muito corajoso ou é muito louco!

    Cuidado rapaz! Tá mexendo em mais do que vespeiro!

    Abraços,

  9. mike

    Matilha só pode ser de cães…

    Esses dirigentes do corinthians são uma piada.

    Paulinho: Evidente… é para facilitar a vida dos que não sabem….

  10. Roger Aquino

    Com todo respeito não entendi o “ousou me processar”. Por pior que seja um cidadão, se ele se sentir ofendido pode processar o outro. A Justiça é para isto. Se ele vai ganhar é outra coisa.

    Paulinho: “ousou” porque sabe muito bem o que faz… é um bandido de farda…

  11. Julio Mechias

    A corda! A corda! A corda, Brasil! Alguém aí traga a corda rápido! Esse cara está querendo se enforcar! Não vamos perder essa oportunidade.

  12. richarlindon

    Claro, claro….
    Pra facilitar a vida dos outros viu Milke.
    Vamos fazer de conta, assim ninguém fica triste.

  13. Anderson Palmeiras

    Perfeito Belluzzo, simplesmento perfeito!!!!!!!!!!!!!

    http://www.cartacapital.com.br/app/coluna.jsp?a=2&a2=5&i=5877

    O passado não consegue passar

    21/01/2010 17:43:44

    Luiz Gonzaga Belluzzo

    Em 17 de dezembro de 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos afirmava “que o desprezo e o desrespeito pelos Direitos Humanos resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os homens gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade foi proclamado como a mais alta aspiração do homen comum. É essencial que os Direitos Humanos sejam protegidos pelo Estado de Direito, para que o homem não seja compelido, como último recurso, à rebelião contra a tirania e a opressão”.

    Em 2008, escrevi um artigo para celebrar os 60 anos da Declaração. Naquela ocasião, percebi claramente que os fantasmas dos traumas nascidos das experiências totalitárias dos anos 30 assombram suas linhas e entrelinhas. Por isso, a declaração afirmava que toda a pessoa acusada de um ato delituoso tem o direito de ser presumida inocente até que sua culpabilidade tenha sido provada de acordo com a lei, em julgamento público, no qual lhe tenham sido asseguradas todas as garantias necessárias à sua defesa. Ninguem poderá ser inculpado por qualquer ação ou omissão que, no momento, não constituíam delito perante o direito nacional ou internacional. Tampouco será imposta pena mais forte do que aquela que, no momento da prática, era aplicável ao ato delituoso.

    É considerada intolerável a interferência na sua vida privada, na sua família, no seu lar ou na sua correspondência, (e, atenção!) nem a ataques à sua honra e reputação. Toda pessoa tem direito à proteção da lei contra tais interferências ou ataques. O cidadão (note o leitor, o cidadão) tem direito à liberdade de opinião e de expressão; esse direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações por quaisquer meios e independente de fronteiras.

    Todos têm direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e à sua família saúde e bem-estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle. A maternidade e a infância têm direito a cuidados e assistências especiais. Todas as crianças nascidas dentro ou fora do matrimônio, gozarão da mesma proteção social. A instrução é um direito de todos e ela será gratuita pelo menos nos graus elementares e fundamentais. O artigo 17 é dedicado a Bush Filho: “Toda pessoa terá direito a uma ordem social e internacional em que os direitos e liberdades estabelecidos na presente Declaração possam ser plenamente realizados”.

    Na Europa dos séculos XIX e XX, a consciência dos direitos moveu a luta dos subalternos e transformou o Estado numa instância de “totalização das relações sociais”. Suas intervenções realizam a mediação entre as classes e entre os membros individuais das diferentes classes. O avanço da “totalização das relações sociais” pode ser avaliado de forma mais clara pelo grau de independência adquirido pelas instâncias do poder público e da política diante do poder material da camada dominante. Os sitemas de proteção aos Direitos Humanos nos países mais avançados da Europa assumem que há, sim, contradição entre as exigências de impessoalidade e publicidade dos atos praticados pela autoridade, regulados pela lei abstrata e universal e o exercício do poder real pelas camadas economicamente mais poderosas.

    A Declaração dos Direitos Humanos, na esteira do pensamento liberal e progressista dos séculos XIX e XX, imaginou que a igualdade e a diferença seriam indissociáveis na sociedade moderna e deveriam subsistir reconciliadas, sob as leis de um Estado Ético. Esse Estado permitiria ao cidadão preservar sua diferença em relação aos outros e, ao mesmo tempo, harmonizá-la entre si, manter a integridade do todo. Mas as transformações econômicas das sociedades modernas suscitaram o bloqueio das tentativas de impor o Estado Ético e reforçaram, na verdade, a fragmentação e o individualismo agressivo. Assim, a “ética” contemporânea não é capaz de resistir à degradação das propostas coletivas.

    O século XXI completou uma década e o Brasil ainda não conseguiu acertar contas com o passado. O passado não passa, lança suas sombras sobre o presente e projeta maus agouros para o futuro. As reações à publicação do decreto dos Direitos Humanos lançaram no ar os odores da famigerada Marcha da Família com Deus pela Liberdade e suas consequências funestas. Sob essas consignas – Deus, Família e Liberdade – os beleguins da ditadura assassinaram religiosos, invadiram os lares de muitos brasileiros que dissentiam, desarmados, aos atropelos da exceção. Para garantir a liberdade de expressão degradaram (algumas) redações com censores de ornamentos culturais que iam do grotesco ao obsceno.

    Digo acertar as contas sem ranço revanchista nem propósitos de revigorar a Lei de Talião, mas de abrir aos brasileiros de todas as gerações as portas da verdade. Não entenda o leitor que vamos encontrá-la apenas cavoucando as masmorras da ditadura, indagando os paus de arara, ou até mesmo desencavando e publicando os arquivos da repressão política (vou insistir: da repressão política). A verdade vai chegar a nós na discussão, sem receios nem interdições, acerca das razões e das circunstâncias históricas e sociais que levaram o País a sucumbir diante da inescrupulosa e oportunista violação dos princípios da vida democrática e do Estado de Direito.

    Nos anos 60, às vésperas do famigerado golpe de Estado de 1964, surgiu um slogan premonitório: “Basta de intermediários, Lincoln Gordon para presidente”. Gordon era o embaixador dos Estados Unidos no Brasil. Conspirava abertamente com as “forças democráticas” nativas, aquelas que estão permanentemente arquitetando a supressão da democracia. Da conspiração participavam naturalmente os homens de bem, os mesmos que hoje se arvoram em defensores intransigentes da democracia e do Estado de Direito. Nada mais inconveniente para essa turma do que uma Comissão da Verdade.

    O silêncio devotado e cúmplice de muitos protagonistas dos anos de escuridão denuncia a falsidade de suas juras de amor pelos princípios que dizem defender. Não por acaso, depois de 25 anos de vida democrática, as garantias individuais somadas aos direitos econômicos ainda sofrem os ataques e achaques das forças do poder real e mal conseguem sair dos códigos para ganhar vida do povaréu, cotidianamente massacrado pelos abusos dos senhoritos da “ordem” e seus sequazes. Os mais furiosos se apresentam como “humanos direitos”, em contraposição aos defensores dos “direitos humanos”. Fico a imaginar como seria a vida dos humanos direitos na moderna sociedade capitalista de massas, crivada de conflitos e contradições, sem as instituições que garantam os direitos civis, sociais e econômicos conquistados a duras penas. A possibilidade da realização desse pesadelo, um tropismo da anarquia de massas, tornaria o Gulag e o Holocausto ensaios de amadores.

  14. Osvaldo SEP

    matilha

    Datação
    sXIV cf. FLCron

    Acepções
    ■ substantivo feminino
    1 conjunto de cães de caça
    2 Derivação: sentido figurado.
    agrupamento de vadios; cambada, corja, súcia
    3 Rubrica: termo de marinha. Regionalismo: Brasil.
    grupo de submarinos quando atacam em conjunto; alcatéia

    Alcateia, lobos, canídeos, ele esta errado ???

  15. Márcio

    No rodapé da foto está digitado “Coronelo”. Este termo é proposital? Quer dizer o que? Ou foi somente erro de digitação? Abs,

  16. jodecir

    Paulinho,
    as vezes acho que vc é algum tipo de suicida. Policiais safdos é que mais existe, mas denunciar isso implica necessariamente em pedir proteçao ao ministerio publico e necessariamente mudar de endereço.

  17. Francisco Terra

    Que ele leia isso e reapareça. Ele faz muita falta para todos, inclusive para certa laia ignorante daqui.

    FRANCISCO TERRA. BRAÇO FORTE. MÃO AMIGA.

  18. Sérgio Santos

    Paulinho, admiro seu trabalho, mas é um trabalho. Isso não pode colocar sua segurança em risco. Você está rivalizando com o que há de pior no futebol. Tome cuidado. Do radialista e ainda estudante de Comunicação Social, Sérgio Santos. Aquele abraço. Se acontecer algo a você, a polícia (a que não é bandida) já saberá onde começar a procurar.

  19. antonio E.

    cara isso é sério esta ameaçando o cara pow para com isso……..isso é fei deixa o cara trabalhar……………………pow A corda, A corda trás A corda foi foda kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  20. Fabio

    De novo….vc tem provas (verdadeiras) e documentadas, conseguidas de fora lícita e que possam comprovar tais acusações??

  21. Basílio Casagrande Júnior

    Paulinho,
    Tens a coragem de um verdadeiro templário…
    Parabéns, sou leitor assíduo de teu blog.

  22. ANDRADE NETO

    CARO E FIEL JÔNEI, UM JUSTO, SAIBA QUE ESTE CLAMAR NUNCA PASSARIA EM BRANCO À SENSÍVEL LEITURA DE ANDRADE NETO.

    O QUE A MINHA HUMILDADE NÃO GOSTARIA DE REVELAR E QUE, AGORA, TEREI DE FAZER PARA QUE O MOTIVO DE MINHA AUSÊNCIA SE ACLARE, É QUE FUI CONVOCADO A UMA MISSÃO FORA DO BRASIL.

    UM POBRE PAÍS ACABA DE SER DEVASTADO POR UM DESASTRE NATURAL, COMO TODOS SABEM.

    ANDRADE NETO POSTERGOU AO MÁXIMO A SUA IDA A ESTE LOCAL, TENDO EM VISTA AS RESPONSABILIDADES QUE SUAS OBRAS BENEMÉRITAS EM PLAGAS PAULISTANAS LHE CONFEREM.

    NO ENTANTO, A SITUAÇÃO TORNOU-SE CADA VEZ MAIS PLANGENTE, TOCANDO A PROFUNDA SENSIBILIDADE DE ANDRADE NETO.

    NA SEMANA VINDOURA ANDRADE NETO EMBARCARÁ RUMO A ESTE PAÍS A FIM DE AUXILIAR EM SUA RECONSTRUÇÃO E NA COORDENAÇÃO DOS ESFORÇOS DE UMA MISSÃO DE CARIDADE.

    NÃO SEI O QUE SERÁ DE MIM EM TAMANHA TERRA ARRASADA E SEM INTERNET, PORTANTO, DESCONHEÇO O TEMPO QUE TEREI DE FICAR AFASTADO DESTE MAVIOSO ESPAÇO DE JUSTIÇA, SABEDORIA E VERDADE.

    PEÇO ENCARECIDAMENTE AO SENHOR, A FRANCISCO TERRA E A HELDER QUE REDOBREM SEUS ESFORÇOS NESTE PERÍODO EM DEFESA DA VERDADE.

    E QUE ANDRADE NETO POSSA RETORNAR EM BREVE COM MAIS UMA MISSÃO BENEMÉRITA ESPALHADA PELO MUNDO.

    ANDRADE NETO, VERITAS ODIUM PARIT.

  23. wilson

    Nossa Sra .
    Mas tu é peitudo , hein ????
    Por muito menos tem cara boiando no Tiete .
    Te cuida, cara .

  24. Helder

    Caro Basílio Casagrande Júnior, quero reenterar vosso contundente comentário: Sois um jornalista no âmbito da palavra, Paulinho continue no caminho da verdade, lembre que esses bandidos imporcalham e difamam nossa espécie, mas para homens como eles há homens como você. Obrigado.

  25. Helder

    São Paulo bate Juventude e é finalista da Copa São Paulo

    Jaguariúna (SP)

    O São Paulo é o primeiro finalista da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Dono de uma campanha invejável na competição, com agora 28 gols feitos e apenas dois tentos sofridos, o Tricolorzinho venceu o Juventude por 2 a 0 nesta sexta-feira, se garantindo na grande decisão do torneio.

    Em busca do terceiro título da competição, o São Paulo agora espera o vencedor da outra semifinal da Copinha, Santos ou Palmeiras, que decidirão o oponente tricolor neste sábado, às 16 horas (de Brasília).

    Melhor no jogo, o São Paulo se impôs desde o começo e dominou a posse de bola contra um retraído Juventude, que apostava nos contragolpes para se dar bem e surpreender o time paulista, assim como havia feito na partida contra o Corinthians.

    Aos 28 minutos de jogo, Lucas Gaúcho recebeu na entrada da área, fintou para a direita e foi derrubado pelo volante Goiano já dentro da área, fazendo com que o árbitro Cássio Luiz Zancopé marcasse pênalti. Na cobrança, Zé Vitor não se importou com a fama de “pegador de pênaltis” do goleiro Follmann e cobrou no canto direito, sem chances para o camisa 1 alviverde.

    Se o Juventude planejava fazer uma “blitz” no início do segundo tempo para empatar a partida, ficou desnorteado com o segundo tento tricolor, logo aos três minutos da etapa complementar. Após uma falha na defesa, Marcelinho recebeu a bola na entrada da área pela direita e soltou uma bomba, cruzado, para ampliar o placar e deixar o São Paulo mais tranquilo no jogo.

    Mesmo após sofrer o segundo tento, o Juventude não conseguiu impôr pressão sobre o Tricolor, que ficou mais próximo de fazer o terceiro gol do que ver as redes de Richard serem balançadas pela primeira vez. E o tento são-paulino saiu no último lance do jogo, com Bruno Anjos, mas o árbitro anulou por impedimento.

    GAZETA ESPORTIVA

    SINTAM-SE VINGADOS, CAROS TORCEDORES CO-IRMÃOS, VOSSA GLÓRIA FOI REESTABELECIDA COM GARRA E GALHARDIA, LOTEM SEUS GINÁSIOS E REFESTELEM-SE COM A ALEGRIA DA VITÓRIA. OBRIGADO.

  26. Francisco Terra

    Caro ANDRADE NETO.
    Agora este povo verá a luz da esperança bem de perto. Voce vai redimir aquele povo.
    Te faço um singelo pedido. Diga aos militares brasileiros que lhes mando um grande abraço e que todos são merecedores das mais altas comendas.
    É uma pena que não precisaram de mim, sendo um reservista brasileiro, mas estarei aqui, assim que for necessário.
    Obrigado.

    FRANCISCO TERRA. BRAÇO FORTE. MÃO AMIGA.

  27. Carlos

    Vá até lá, Helder. E doe, ou melhor, DÊ o que vc está acostumado e gosta de dar, ok?

  28. Corinthiano

    Calma ai Carlos a heldinha não está com essa bola toda não,aquela trans que o gordão pegou ganha dela,a heldinha é um troço ultrapassado e ainda por cima LIZO.
    sao paulininhas sempre arrojadas.

  29. Corinthiano

    E uma blindagem rosa choque,pensa que o spfw é pouca bosta?
    sao paulininhas as poderosas.

  30. Basilio Casagrande Júnior

    Só falta ao senhor Beluzzo se tornar uma referência também no futebol, usando sua inteligência e caráter a favor da Sociedade Esportiva Palmeiras.

  31. Basilio Casagrande Júnior

    O brilhante Helder captou mais um covarde se utilizando deste espaço…
    Avante Paulinho.

  32. camilo bras

    Paulinho, voce faz um combate arduo e dificil com gente poderosa, mas não esta pecebendo que estão te comendo pela perna. Estas pessoas que ficam o tempo todo polimizando,inventando, escrevendo asneiras,bobagens, são pessoas pagas por aqueles que querem ter destruir,ou voce acha que gente séria tem tempo para fazer o que eles ficam fazendo. Acorda Paulinho.

  33. Corinthiano

    heldinha vc já apanhou de cacetete foi nega?aposto que seu agressor era um negão Corinthiano e que te encheu de cacetadas e enfiou o porrete em vc,e esse teu drama explica tanta raiva que vc tem pelo Corinthians.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.
    Tudo explicado agora.
    sao paulioninhas as que mais apanham.

  34. carlos

    Esse coronel Dutra ao que me parece trabalha na PRODAM , mas eu ouvi falar de pessoas que trabalham lá que ele aparece lá de vez em quando e ganha uma nota acho que uns 10.000 reais , por isso que a prefeitura não tem dinheiro nenhum fica sustentando esses caras que não fazem nada .

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: