O estatuto corinthiano PROIBE que conselheiros prestem serviços ao clube.

Mas eles pouco se importam com isso.

A nova revista do clube, distribuída no último final de semana, foi editada por um conselheiro ligado a atual gestão.

Para piorar a situação ele é membro do Conselho de Ética do clube, que tem a função de apurar denúncias de irregularidades.

Conselho que tem ainda em seus quadros o advogado de André Negão.

Daqueles que seriam rejeitados em portas de cadeia.

Dr. Alexandre Husni, presidente do órgão, precisa tomar providências.

Onde já se viu deixar os ratos tomando conta do queijo ?

Só no Corinthians mesmo…

Facebook Comments
Advertisements