Advertisements

Basta um !

Por ALBERTO HELENA JUNIOR

http://colunistas.ig.com.br/albertohelenajr/

Alguns bloguistas civilizados vivem me pedindo para bloquear essa enxurrada de comentários chulos e primários. Digo que não, por uma razão básica: se bloquear a expressão dessa turma, ela simplesmente se transferirá para outro espaço, onde encontrará recíproca do seu nível. Isto é: cortejando o sucesso, refletido na audiência, no número de comentários enviados, o blogueiro da hora haverá de insistir nos temas e na linguagem mais acessíveis a esse pessoal.

Decididamente, não é esse meu propósito de vida. Se fosse, há muito tempo, com os conhecimentos que tenho de comunicação em todos os veículos, teria saído por aí  feito aquele personagem de Rede de Intrigas que passou a incitar o telespectador a gritar qualquer bobagem nas janelas e, no ocaso de sua carreira, atingiu o auge da audiência, antes de se matar.

Ao contrário, entre tantos capítulos de minha carreira, um me é muito caro e paradgmático.

Lá pelos anos 80, comandava um programa jornalístico na TV Gazeta, chamado Nosso Jornal, que ia ao ar das 9 da manhã à 1 da tarde. Nesse tempo, ainda não havia Internet, e a interatividade com o telespectador era feita pelo telefone.

Pois, bem. Havia um telespectador assíduo – desempregado, pai solteiro de filhinha que o acompanhava diante da tv todo dia. Num certo dia, surgiu a mensagem sombria desse telespectador. Coisa do tipo: “Vocês são os únicos companheiros que tenho na vida. Mas, agora, tenho de me despedir de vocês, eu e minha filhinha”.

Bateu-me escura premonição. E, a partir daí, todos os dias pedia a esse cara que ele mandasse uma mensagem. Não sabia quem era, qual se telefone, seu nome por inteiro, nada. Diante do silêncio de sua parte, os demais telespectadores passaram a mandar mensagens de alento para ele. Alguns sugeriam um terapeuta; outros ofereciam emprego, mas todos clamavam por uma manifestação dele que comprovasse não ter cometido nenhum desatino.

Por fim, depois de mais de uma semana de apelos e apreensões, ele mandou outra mensagem: seu desejo era matar-se e à filhinha, mas, diante da repercussão tão solidária dos demais telespectadores, não só arrumara um emprego como voltou a ter fé na vida.

Parece coisa de pastor eletrônico, de telenovela barata, de filminho de Natal, enfim…

Mas, foi a mais pura verdade. Um fato, que ainda mais reforçou minha convicção de que este ofício bobo de escrever em jornais, revistas, na Internet, e falar na tv, no rádio, possui uma magia que escapa ao nosso alcance. E, para mim, com meio século de trabalho nessa área, foi a mais gratificante de todas as experiências vividas. Contribuir para salvar uma única vida não tem preço ou dimensão.

Transportando para nosso blog. Basta que um, entre tantos malcriados e insanos bloguistas, passe a refletir com clareza e ganhe gosto pela expressão ordenada, já valeu! 

Facebook Comments
Advertisements

8 comentários sobre “Basta um !

  1. geraldo lina

    Tremendo esse texto ai Paulo.

    Como eu tinha prometido, ano que vem vou pegar mais leve com o pessoal… O Aberto Helena tem razao. Frustracao a gente tira com uma boa corrida.

    Abracos.

    ***(*) ******(*)

  2. LUIZ

    PAULINHO, É UM ÓTIMO TEXTO. OS DONOS DE BLOGS, TAIS COMO VC. E KFOURI, POR EXEMPLO, QUE, NA MINHA MODESTA OPINIÃO, UTILIZAM
    PARA DEFENDER SEUS PONTOS DE VISTA, TERMOS MUITO DUROS COM
    SEUS DESAFETOS, MOTIVAM LEITORES Á REAÇÕES NÃO CIVILIZADAS. QUEM SE INTITULA DONO DA VERDADE, DA ÉTICA, DA MORAL, COM CERTEZA ESTÁ COMETENDO UM GRANDE EQUÍVOCO.
    CALMA, SEJAM PONDERADOS E DEMOCRÁTICOS, RESPEITEM O PONTO
    DE VISTA ALHEIO. VCS. SÃO FORMADORES DE OPINIÃO, SÃO JORNALISTAS, TEM UM CÓDIGO DE ÉTICA A SER RESPEITADO.GRATO.

  3. valdir teodoro

    Os blogs são apenas mais um meio de expressão, as critícas ou elogios são decorrentes dos fatos, assim como na tv e nos radios e jornais, ha sempre pessoas dispostas a ser comunicar com o outro lado e está recepção nem sempre é favoravél, ha que ter flexibilidade de lidar com as pessoas as vezes não só um critíco ou louco mais também um fã, quem tem opinião publica tem se policiar ao ser relacionar com estes meios de comunicação afinal se é tão ruim assim por que tem blog, para ninguém ler, então escreve um diario e deixa debaixo do travesseiro.

  4. Rafael

    Mas em alguns blogs esportivos há enxurrada de mensagens iguais em todos os posts xingando um mesmo time ou mesmo uma pessoa que costuma comentar por lá… esse tipo de coisa irrita quem acompanha o blog pois basta estar disposto a dar uma olhada nos comentários para dar de frente com um monte de besteiras.

  5. Mauro

    O Helena escreveu esse texto por causa das reações virulentas provocadas pelo texto sobre a adoção do mascote bambi pelo São Paulo (proposta lançada no blog do Juca, que ainda está repercutindo). Alguns torcedores do São Paulo, mal-resolvidos, inundaram o blog do Helena com imundícies (como fazem em vários blogs, inclusive neste do Paulinho).

  6. larissabeppler

    Na realidade, os comentários no blog do Helena estavam me assustando tamanho o baixo nível dos rivais comentando os posts do Ronaldo e eu escrevi a ele sugerindo que boicotasse esse tipo de gente, que aquele tipo de linguagem só deveria ser utilizada em porta de cadeia e olha lá! Ele me respondeu +- isso e até entendi o ponto de vista dele, mas de toda forma é lamentável.

  7. Carlos Almeida

    Sabe o que eu acho, que tudo é lamentavel. Mas acredito que seja um desabafo do torcedor, que se acostumou a ouvir calado muitas barabaridades que nossos jornalistas esportivos muitas vezes falam e agora nos blog’s são obrigados a ouvir o desabafo destes torcedores, que na maioria das vezes estrapolam e passam a xingar sem respeito algum. Mas tem blogueiro, que merece como um frustrado da ESPN, Mauro Cesar Pereira, que ao receber uma crítica retorna tirando sarro do blogonauta. Um cara destes não merece ser visitado. Mas o Alberto Helena é o Alberto Helena e mestre em escrever um texto como esse.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: