Advertisements

Farra Olímpica II

Da FOLHA DE SÃO PAULO

PAINEL FC

Terremoto

Ao justificar contrato de R$ 6 milhões sem licitação com a Fields Comunicação, que fará serviços de publicidade na campanha do Rio à Olimpíada-16, o Ministério do Esporte cita no “Diário Oficial” da União uma lei de 1993. Ela prevê a dispensa de concorrência em “casos de emergência ou de calamidade pública, quando caracterizada urgência de atendimento de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de pessoas, obras, serviços, equipamentos e outros bens públicos ou particulares”.

Urgência.

A assessoria do Ministério do Esporte diz que a Fields foi contratada sem licitação por falta de tempo. E que o prazo de entrega ao COI de documentos sobre a mobilização popular pela candidatura acaba em fevereiro. A concorrência levaria 120 dias.

*Leia mais sobre o assunto no link abaixo

http://blogdopaulinho.com.br/2008/10/13/farra-olimpica/

Facebook Comments
Advertisements

3 comentários sobre “Farra Olímpica II

  1. CONTRA A IMPUNIDADE

    Precisamos lembrar ao senhor Paulinho, dono do blog, que nós torcedores e trabalhadores que pagam impostos e suas contas em dia; nós que participamos de eleições e tentamos nos fazer representar da melhor maneira possivel, estamos INDIGNADOS com a demora referente ao processo de apuração e punição dos responsáveis pelo caso do gás na semi-final do campeonato paulista de 2008.
    Mesmo após o JORNAL LANCE ter divulgado que durante as escutas telefônicas no caso da máfia dos ingressos, foram encontradas/criadas provas ( gracações de conversas ) do envolvimento de torcedores e dirigentes da Sociedade Esportiva Palmeiras, estranhamente notamos “morosidade” no processo.
    Gentilmente solicitamos ao caro jornalista, que nos informe, cobre, investigue.
    Nós não queremos de forma alguma ter gente desta espécie vestidos de representantes mascarados de pessoas de bem em nosso meio.

    QUE SE INVESTIGUE, QUE JULGUEM E PRINCIPALMENTE QUE PUNAM OS RESPONSÁVEIS.

    NÃO A IMPUNIDADE !!!

  2. Marcelo Soares

    É modus operandi da administração pública… primeiro vc cria um factóide com a intenção de atrasar as licitações (por exemplo, fica discutindo de quem é a atribuição sobre determinada obra ou ação por meses), depois alega que não há tempo para o processo de licitação e dispensa o mesmo… Vai haver óbvio desvio de dinheiro público neste contrato…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: