Advertisements

Sobre o marketing finlandês

Da Folha de São Paulo

Por JOSÉ GERALDO COUTO

 

“United Colors of Corinthians”

________________________________________

Idéia de vender espaço para fotos de torcedores transforma camisa do time em revista “Caras” de pano

________________________________________

A IMAGINAÇÃO dos cartolas brasileiros não tem limites, pelo menos quando se trata de levantar dinheiro rápido à custa da paixão do torcedor.

A mais nova idéia genial, daquelas que fazem uma lampadinha acender acima da cabeça do sujeito, é da diretoria corintiana: imprimir fotos de torcedores nas camisas usadas pelos jogadores na partida que selar a volta do clube à Série A, mediante a módica quantia de R$ 1.000 por cabeça.

De acordo com os autores da idéia, cada camisa dos dez titulares da linha (o goleiro, por algum motivo, está excluído) teria espaço para 400 fotos. Com isso, o clube arrecadaria R$ 4 milhões em 90 minutos. Pode ser que eu tenha entendido tudo errado, mas vejo alguns problemas na concretização da proposta.

Primeiro, num torneio de pontos corridos, é impossível saber de antemão em que partida um clube confirmará sua classificação, uma vez que isso depende de uma série de resultados de outros jogos da rodada.

A não ser que se combine com todos os clubes envolvidos, a CBF, o comitê de arbitragem etc. -o que, afinal, talvez não seja tão difícil assim.

Mas há também a prosaica questão material, métrica -ou antes, milimétrica. Por mais que a camisa de um atleta possa ser ampla, ela tem uma superfície limitada. Para que caibam nela 400 caras de torcedores, essas terão que ser minúsculas fotos 3×4, mesmo porque tem de sobrar espaço para o número do jogador, o distintivo do clube, o logotipo do fornecedor de material esportivo e o reluzente nome do patrocinador.

Outra coisa: com tantas carinhas impressas na camisa, dificilmente ela terá uma cor facilmente discernível, como o preto e o branco característicos do time. E cada camisa, trazendo impresso um conjunto diferente de retratos (e portanto de indivíduos, com sua diversidade étnica e cromática), tenderá a ter uma cor diferente das outras.

Você consegue imaginar a confusão carnavalesca de um elenco vestido com semelhante “desuniforme”? No mínimo vai parecer obra do Bispo do Rosário. Ou anúncio da série “United Colors of Benetton”.

Os autores da idéia mencionam uma iniciativa semelhante que teria sido adotada pela equipe de F-1 Honda. Tudo bem, mas um piloto não tem que se vestir de modo a se igualar a seus companheiros de equipe e a se diferenciar dos rivais.

Mas deixemos de lado a miudeza dos entraves práticos. O que esse plano genial, no fundo, significa? Para mim, que os dirigentes estão apelando mais à vaidade do que propriamente à fidelidade do torcedor.

Na sociedade da imagem e da superexposição pessoal em que vivemos, faz sentido que uns endinheirados queiram estampar seus rostinhos numa camisa, digamos, histórica.

Os torcedores mais fiéis provavelmente prefeririam usar os R$ 1.000, se os tivessem, comprando ingressos para todos os jogos do Corinthians na competição, ou para viajar com o time para um importante confronto fora de casa. (Isso tudo, claro, depois de comprar comida, pagar aluguel, passe de ônibus etc.) Mas talvez eu esteja jurassicamente enganado, falando sozinho num mundo em que faz todo o sentido a transformação da camisa do Corinthians numa espécie de edição têxtil da revista “Caras”.

Facebook Comments
Advertisements

21 comentários sobre “Sobre o marketing finlandês

  1. Leopoldo Alves

    Definitivamente alí no “suposto” Mkt corinthiano ninguém é do ramo, são apenas ratos oportunistas, chefiados pela corja Dualib. São ruins demais!
    Esse Rosenberg é um boçal inescrupuloso. Fora bandidagem!

  2. Carlos Sato

    Perfeita a análise do José Couto. Já imaginava que seria difícil estampar as 400 fotos sem desrespeitar as cores da camisa, o logo dos patrocinadores,número… Acredito que mesmo assim teremos os 400 torcedoes dispostos a estampar a sua foto na camisa HISTORICA. Parabéns ao Mkt do Corinthiano!!Continuem assim com suas idéiais inovadoras e criativas!!

  3. Eduardo Damorassi

    Embora o chefe do departamento seja o economista Luiz Paulo Rosenberg, ele está cercado de gente competente no ramo da publicidade, profissionais gabaritados das maiores agências do país, recentemente o jornal meio e mensagem publicou o nome dos membros da Agência Corinthians e suas atividades fora do corinthians, sem dúvida é uma seleção do mercado.
    Se as ações funcionam ou não, se eles servem de máscara para corrupções isso é um outra história.
    Agora, houve, em termos de marketing uma modernização tremenda, as pesquisas apontavam o Corinthians como a marca mais valiosa entre os clubes e nada era feito para aproveitar esse potencial. A camisa roxa foi um sucesso, as camisas “eu nunca vou te abandonar” , a camisa “não pára …” também foi bem sucedida.
    Entretanto ” Sou mano do Mano” foi lamentável.
    Até o fim do ano teremos mais duas propostas, o tênis do corinthians, lindo diga-se de passagem e essa camisa das fotos, vamos esperar para ver os resultados, mas não acho que todas as idéias tenham que ser expostas ao ridículo como vem acontecendo aqui.
    Abraço

  4. celso

    Realmente o Sr Luis Rosemberg não é do ramo. Do ramo é a dona Carla Dualib que ficou 6 anos no clube e faturou horrores com comissões. Porém agora fora dos balcões de negócios, arrumou um jeito de faturar em cima do nome do SCCP. Lançou um livro de fofocas onde o personagem principal é o santo feudal Dualib. E pra que fazer camiseta com fotos dos torcedores não é mesmo ? Vamos fazer uma camiseta com os nossos conselheiros e representantes. Eles merecem ser homenageados por conseguirem levar o clube pela primeira vez à uma segunda divisão.

  5. Ramón

    O Corinthians tem 30 milhões de torcedores. A idéia é genial, é difícil imaginar alguém que não enxerga que pelo menos 400 torcedores têm dinheiro e vontade de colocar sua foto na camisa do clube (o motivo de cada um é pessoal, não cabe a mim nem a ninguém julgar). Se deu certo para a equipe Red Bull de Formula 1(e não Honda), que não tem nem 5 anos de história nem torcedores apaixonados, é óbvio que pode dar certo para o Corinthians. E, como o autor do texto disse, faz sentido que alguns “endinheirados queiram estampar seus rostos na camisa”; não há pecado algum no fato do Corinthians pretender lucrar com isso.

    Sobre a cor.. Aproxime seu olho do monitor do computador, BEM de perto.. Você vai ver que a tela é composta por milhares de pontos individuais que, quando observados a uma certa distância, parecem todos da mesma cor. É exatamente esse o efeito das pequenas fotos nas camisas, que assumirão um tom praticamente igual, puxando para o bege (Fundo claro + cor de pele em tons variados mas predominantemente morenos + cores de cabelos predominantemente marrons). E é esse o motivo pelo qual a camisa do goleiro será excluída, pois precisa, pelo regulamento, ser diferente das dos outros atletas. Claro que, se sair do tradicional alvinegro for um problema para os mais tradicionais, imprime-se as fotos em preto e branco e se encerra a discussão, pois vistas à distância as camisas ficariam cinza.

    Sobre o jogo, não é assim tão complicado. Ou se usa as camisas exatamente um jogo após o Corinthians garantir matematicamente a classificação, ou se usa os uniformes promocionais no último jogo do campeonato.

    Não é só pra planejar iniciativas de marketing que se precisa ser lógico e ter uma pitada de esperteza. Esses ingredientes são indispensáveis mesmo pra quem só quer criticar por criticar.

  6. geraldo c araujo

    Talvez a idéia seja de que os jogadores se apresentem de macacão tipo Fórmula 1 no dia da comemoração. Então, sobraria espaço para as fotografias. Nesta hipótese, para distinguí-lo dos demais, como manda a regra, o goleiro se vestiria normalmente como jogador, o que justifica sua exclusão da homenagem. Não considero muito criativa a promoção; afinal, o que representa para o Corinthians o faturamento de R$ 4 milhões em 90 minutos? Porreta mesmo seria uma jogada que levasse o clube a faturar R$90 milhões em quatro minutos.

  7. ricardo

    Acho ótima a idéia. Tem muita gente que senta a bunda na cadeira e dali só sai depois de encontrar algo prá agourar, criticar… Lamentável isso.
    Vai ficar legal sim, quem viver verá. Aviso aos mal informados: a camisa vai ser usada no primeiro jogo da Primeira Divisão!!!

  8. Fabio Barbano

    Deixa eles acreditarem que são 30 milhões, Eduardo. Eles se sentem bem assim. 🙂

  9. Corinthiano

    Primeiro: as fotos não vão fazer um “carnaval” na camisa. Provavelmente, eles modificarão as fotos, criando um padrão de escala de cinza nelas. Isso não prejudicará a “diferença étnica” dos torcedores! (Esse cara é um brincalhão!)
    Segundo: Não foi anunciado quando o time usará esta camisa. Mas certo que não será no jogo do acesso (até mesmo porque ninguém sabe quando será esse jogo).
    Terceiro: Esse cara é palmerense! Só enxerga as coisas com desconfiança!
    Cria matérias pra fazer a cabeça dos torcedores…
    O fato é que o Corinthians lucrará 4 milhões em 90 minutos SIM !!!!
    E eu como Corinthiano, me orgulho de ter um departamento de marketing tão eficiente!!!!
    Com essa grana poderemos formar um time campeão no ano que vem!
    Um abs a todos!

  10. tiago

    30 MILHOES SCCP + 40 FLA + 20 SPFC + 15 SEP + 10 VASCO = 115 MILHOES DE TORCEDORES. MEIS DA METADE DA POPULAÇAO BRASILEIRA!

    VCS SABIAM QUE METADE DA POPULAÇAO BRASILEIRA NAO TORCE PARA NENHUM CLUBE! ISSO E FATO PESQUISAS FALAM ISSO! ENTAO SE ESSES CLUBES POSSUEM MAIS DA METADE DOS TORCEDORES OS OUTROS CLUBES NAO TEM TORCEDORES!

    CONCLUSAO: NENHUMA TORCIDA E TAO GRANDE QUANTO SEUS TORCEDORES PENSAM QUE SAO , ESSES VALORES SAO TODOS SUPER ESTIMADO! SÓ PARA ALIMENTAR O EGO DA TORCIDA E ESTIMULADO PELOS DIRIGENTES QUE QUEREM PROMOVER A SUA IMAGEM DE FALSA COMPETENCIA!

    CONCORDA PAULINHO! O Q VC ACHA DISSO!

  11. Junior

    O texto do jornalista da folha é um amontoado de achismo mal-informado.

    Coisa de quem não entende de marketing e não acompanha futebol.

    Quanto aos responsáveis pelo marketing do Corinthians, tão criticados aqui neste espaço, são os responsáveis, simplesmente, pela MAIS BEM SUCEDIDA CAMPANHA DE MARKETING DA HISTÓRIA DO FUTEBOL BRASILEIRO:

    A campanha “EU NUNCA VOU TE ABANDONAR”, na qual tiveram a sensibilidade e a inteligência de se apropriar de um grito da Fiel, para homenageá-la e, simultaneamente, coseguir recursos para o clube e valorizar a sua imagem.

    A título de comparação, que tal procurar levantar os verdadeiros números do MAIOR FIASCO DA MARKETING FUTEBOLÍSTICO EM TODOS OS TEMPOS –

    O “BATISMO TRICOLOR”?

    A verdade é que existe muito patrulhamento em cima do Corinthians, e muita boa vontade com o São Paulo.

    Os motivos são óbvios: a grandeza do Corinthians incomoda, e o lobby pó-de-arroz na imprensa é forte.

    Mas um pouco de objetividade jornalística de vez em quando, para variar, seria bom…

  12. Compridas

    Vai poder pagar esses mil reais, parcelado? Por favor alguem tem essa informação aqui?

  13. maurizio

    Mais uma camisa da série:

    ” Eu estive lá…e até gostei”(na 2º divisão….hehehehehehehe)

  14. Eduardo Braga

    nossa, o post fala do curintia um torcedor critica o SPFC.vai entender.manda ele procurar saber que vendeu mais camisa em 2005 2006 e 2007 e a camisa era oficial,ao contrario da “nunca vou te abandonar” que o clube ganhava 1 real por camisa.kkkkkkkkkkk

  15. Gabriel

    E uma para os anticorinthianos recalcados:

    “Nem na Série B o Corinthians deixou de me incomodar…” huahuahuahuahua

  16. Cristiano Vieira

    Imagine meu rostinho na camisa do Timão? Ela ficará ainda mais linda e perfeita!

    Já dizia o André do Jogando em casa da TV esporte Interativo:

    Va te pro inferno!

    Poxa, que idéia mais estúpida…

  17. André

    Acho que há uma infinidade de motivos para se criticar a iniciativa do departamento de MKT do Corinthians. Talvez essa idéia não seja tão boa, mas contudo é uma idéia. Com todo respeito ao autor do texto, achop quer em algumas criticas foram colocadas de forma gratuita e demostram um certo desconhecimento do futebol. Primeiro:Quem disse que em um campeonato de pontos corridos não se pode saber o jogo que decidirá o campeonato? Além disso, a camisa poderia ser usada no ulitmo jogo do clube na segunda divisão. Outra coisa, existem inumeras técnicas que garantiriam o padrão de cor para a camisa. E óbvio que seriam fotos pequenas na camisa.
    Bom, como disse acho que todos tem o direito de criticar uma ideia, mas é certo que o time do Corinthians está em dificuldades financeiras e não vejo problema em buscar alternativas para fazer dinheiro. No fim, quem vai dizer se a idéia é boa ou não são os torcedores, na medida em que comprem – ou não – o espaço.
    Na verdade o que me incomoda é que não vejo ninguém dizer que o São paulo se aproveita da paixão de seus torcedores quando lançam uma camisa com um numerinho quando ganham um titulo. TAmbém não ouvi nenhuma critica ao barcelona quando lançou a camisa verde limão. Enfim, é preciso buscar alternativas e coisas novas sempre. E é preciso também,. que os ditos especialista, busquem criticar com um pouco mais de inteligência….

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: