Advertisements

Entre o discurso e a verdade

 

Chega a ser interessante como alguns discursos contrariam os atos praticados.

É grande a diferença entre aprovar um novo estatuto e cumprí-lo efetivamente.

Gente que lutou para que o documento fosse registrado, a fórceps, com irregularidades gritantes, que feriam o Código Civil, defendem hoje algo pelo qual nitidamente trabalharam contra.

É de fazer corar a declaração do vice-presidente jurídico do Corinthians, Sérgio Alvarenga, idolatrando o fato do texto ter sido aprovado por Assembléia Geral.

Principalmente após ele mesmo ter dito que não havia a menor necessidade de que isso acontecesse.

Falou ainda que o cartório não teria motivos para recusar o registro porque, em sua opinião, tudo estaria dentro da legalidade.

O tempo tratou de provar que não estava.

A diretoria corinthiana passou pelo vexame de ter o documento devolvido.

Vale lembrar que o estatuto foi redigido por desembargadores e juristas renomados, entre eles o Dr. Sérgio Alvarenga, o que torna difícil acreditar que cometeriam tamanhos erros sem que tivessem ciência do que era feito.

O texto precisou ser alterado.

E a Assembléia Geral, tão combatida e evitada, enfim, aconteceu.

Enquanto isso, a diretoria, representada por Alvarenga, continua sendo recordista em não cumprir a carta que rege a vida corinthiana.

Este sim, um fator importante a ser destacado.

No próprio dia da votação, irregularidades foram cometidas nos locais do pleito.

A infeliz idéia de colocar figuras ilustres como Waldir “não trabalho, mas recebo por notas fiscais” Coxinha e o porta voz “extra-oficial” da diretoria, como fiscais de algumas urnas, não pegou muito bem.

Além disso, as portas do clube foram abertas para a presença sempre desagradável de membros “não sócios” dos Gaviões da Fiel.

Que barbarizaram e tentaram coagir os associados, verdadeiros contribuintes do clube, por meio de insultos e ameaças físicas, acompanhados de perto por passivos dirigentes alvinegros, que nada fizeram para evitar o ocorrido.

O que dá uma amostra bem clara do que deve acontecer no dia das eleições presidenciais.

Fácil também jogar palavras bonitas ao vento, carregadas de meias verdades, esquecendo-se de citar fatores que influenciam diretamente na gestão do presidente que tem medo.

Discursar e não citar a participação de contraventores e gente com extensa passagem policial no comando do poder paralelo do clube é cometer um ato de omissão que beira a irresponsabilidade.

Não falar sobre a luta dos membros da atual diretoria em manter a parceria com a MSI ativa foi também muito conveniente.

Fato que chega a ser quase tão grave quanto a prevaricação exercida por delegados e desembargadores que convivem e sabem de tudo que se passa dentro dos muros do Parque São Jorge e nada fazem.

A vida administrativa do clube está longe de ser o “País das Maravilhas” descrito por Sergio Alvarenga.

E ele sabe bem disso.

Mas preferiu não citar, em sua quase crônica, o mar de lama ocasionado e alimentado por alianças políticas que deixariam Don Corleone impressionado.

A diretoria, comandada por um presidente que, no passado, foi dispensado do clube por desviar jogadores e manteve (?) estreita relação com mafiosos russos não pode servir de modelo para um texto tão bem escrito.

Que utiliza como alicerces figuras que, por anos corromperam e se locupletaram do suor de um clube já combalido.

O Corinthians necessita de intensa fiscalização e faxina, não de exaltação e bravatas.

Alvarenga proferiu palavras doces e muito bem escritas.

Pena que não sustentadas pela verdade.

Facebook Comments
Advertisements

38 comentários sobre “Entre o discurso e a verdade

  1. Rafael Pacheco

    Paulinho, meu querido. Os Gaviões estavam lá pra fiscalizar, e assim continuaremos. Sempre em prol do Corinthians.

  2. celso

    Até que se prove ao contrário, o estatuto aprovado é ótimo para o clube. E pelo que sei, todos que tinham condição de votar foram chamados com boa margem de antecedência. Foram quase 1000 votos e 73 contra. Contra esses números não há argumentos, apesar de concordar que no dia da aprovação da parceria com a MSI as diferenças foram também gritantes e aprovaram um lixo de parceria. Mas ao que tudo indica o Estatuto é democrático e aparentemente acaba com a mamata de muita gente.

  3. Walter de Paula

    Ué, não entendi nada. Se o discurso é tão cheio de mentiras por que o Juca Kfouri publicou no seu blog?
    A grande mudança no estatuto é a impossibilidade de reeleição, pois isso forçará que se formem grupos dentro da vida do clube sem espaço para projetos pessoais.

  4. WILLIAM

    PAULINHO MANO,
    OS GAVIÕES FORAM PARA APOIAR O ESTAUTO,COMO OUTROS INTEGRANTES DE OUTRAS TORCIDAS QUE ESTAVAM PRESENTE FIZERAM O MESMO.VOCE PRECISARIA CONHECER MAIS A FUNDO AS ORGANIZADAS QUE TENHO CERTEZA QUE VOCE MUDARIA SEU PENSAMENTO

  5. Patrício Pereira

    Paulinho, no frigir dos ovos vc quer dizer que o nobre doutor Alvarenga é mentiroso como o Pinóchio ???????

  6. Sten

    eeeeeeee, o Juridico do PSJ é uma piada, é só ver o contrato do SCCP com a MSI.
    A presença dos marginais organizados nessa votação é realmente uma vergonha.

  7. Márcio

    O tempo se encarregará de mostrar aos iludidos e aos manipuláveis, que esta votação foi um jogo de cena.
    Os mesmos “profissionais”, que para se elegerem, torceram pela queda do Corinthians, manipularam informações sobre a administração Dualib, e maquiaram os números da dívida, são os mesmos, que sempre estiveram no poder (desde Matheus).
    Para quem conhece os bastidores do grupo que hoje se locupleta do nosso clube, sabe, que no futuro, infelizmente, não haverá futuro.

  8. Maurício

    Liga não, meu amigo.
    A história mostra, que de tempos em tempos, surgem eloquazes políticos, que conseguem induzir exércitos de carneiros.
    Infelizmente, a própria história acaba se encarregando, de mostrar o preço que tiveram que pagar por sua ingenuidade.
    Mas como diz um amigo, “todos os dias nasce um esperto e um trouxa, e quando os dois se encontram…”

  9. Sten

    hahahaha, o marginal da ZL ficou doidinho, tadinho de vc, se nos estivessemos em um pais sério vc ja estaria preso ou em liberdade condicional com um localizador no tornozelo.

  10. Bill Clinton

    É meu amigo Paulinho, se isso acontecesse no salão oval, os atores estariam desmoralizados para sempre.
    Mas diante do estado das coisas, de fato, o estatuto foi um avança, milimétrico, mas foi e só por isso valeu à pena.
    Agora, dizer, como o Dr. Alvarenga diz, que é um estatuto democrático, ai já é muita cara de pau, com nariz de pau hiiiiiiiiiii… deu Pinóquio de novo!
    Mas valeu, agora que os sócios vão votar, devem cobar dos candidatos um compromisso de se abrir a discussão para se reescrever esse monstro jurídico e fazê-lo de forma democrática e transparanete como deveria ser.
    Ai si alguem sem necessidade de oleo de peroba para brilhar poderá dizer que é um estatuto democrático, do jeito que o Corinthians merece.
    Lanço aqui, repetindo o que alguem já disse, uma proposta para os candidatos à presidencia.
    – Cobrar das organizadas royalty pelo uso da Gloriosa Marca do Timão.
    Chega desses caras ganharem dinheiro usando a marca do Corinthians.
    Chega, Mônica…
    Para por ai e vem cá!

  11. Maurício

    Dear Bill,
    Não adianta nada emitir essa fatura, se depois o próprio presidente, determina que sejam perdoadas todas as dívidas da Gaviões.
    Lógico, que em troca de irem ameaçar os sócios, que não quiserem votar em sua reeleição.

  12. Rodrigo

    Paulinho,

    Acho que seria legal vc colocar o texto e não só a crítica. Eu gostei do texto e acho que vc não gostou da parte que fala das fofocas e da teoria da conspiração. Apesar de vc não dar o braço a torcer muito coisa mudou (para melhor) no Corinthians nos últimos meses, mas ainda existe muito coisa a melhorar. A Assembléia de Sócios não seria necessária e na Justiça essa exigência seria derrubada (vide o SP e o Palmeiras), mas o mérito da Diretoria foi de ao invés de apelar para a Justiça fazer a Assembléia. Parabéns Corinthians pelos seus 98 anos. Abs.

  13. André

    Rodrigo,
    É tudo uma questão de semântica, o que você chama de mérito, eu chamo de casuismo. Estamos a 5 meses das eleições, e o candidato Andres sabe que no Conselho, onde o conhecemos bem, seria massacrado.
    Então você me diria, mas ele foi eleito pelo conselho… Acontece, que a maioria de seus correligionários, hoje se arrepende de haver votado nele.
    Nos sentimos traídos em nossos princípios, e temos consciência do mal que causará ao clube, se ficar mais 3 anos.

  14. Andre-ZL

    Bill Clinton ,

    “- Cobrar das organizadas royalty pelo uso da Gloriosa Marca do Timão”

    é para mim rir ou chorar..acorda pra realidade…como existe babaca..na rua vc fala isso pras pessoas, se fala qual a reação..não precisa falar, eu ja imagino….tudo que vc fala as pessoas devem rir…

    eu tenho tatuado o simbolo do Corinthians no braço, vem no metro tatuapé cobrar royalty…todas as 18:05 eu estou la……

  15. Andre-ZL

    Sten,

    se aqui fosse um pais serio, comigo estaria a mesma coisa e vc não estaria escrevendo seu besteirol…

    Pais serio???quer dizer que vc sofre da sindrome do “VIRA LATA”…é cada uma que aparece

  16. Bill Clinton

    Para o André-ZL

    Vai rindo André, vai.
    A sugestão é para que o Corinthians exerça seu legítimo direito.
    Se tem alguém ganhando dinheiro com a marca, deve repassá-la ao titular do direito. Mas parece que você não tem inteligência suficiente para compreender isso, não é mesmo?
    Os marginais, de um modo geral, acham que podem usar o que é dos outros sem “probremas”, mas isso vai acabar o dia em que dirigentes sérios assumirem no Timão.
    Chega de sangues-sugas. E a maior prova de que essa gente não passa de sengues-sugas, é o fato de voces afirmarem que são mais gaviões do que Corinthians.
    Isso é o apanágio da ingnorância.

    PS.: Se não souber o que é apanágio. Vai estudar um pouco. Vai!

  17. Jair Nunes

    Excelente e brilhante o texto do também excelente Dr. Sergio Alvarenga.
    Somente que não o conhece para dizer que o mesmo não tem comprometimento com a verdade.
    Parabéns Dr. Sergio e sempre em frente com a verdade, a renovação e transparencia.
    Talvez até uma sugestão para larissabeppler, o procure no clube e veja o quanto “corinthiano-obsessivo” é o Dr. Sergio.

  18. Sten

    É, André marginal da ZL, o meu besteirol em menos de dois anos me colocou de assistente a coordenador de um departamento da maior multinacional farmaceutica de capital 100% nacional. Talvez o fato de eu não me misturar a marginais e bandidos como vc tenha contribuido.
    E quanto ao Brasil, infelizmente não é um pais sério mesmo, é só observar a credibilidade de nossas instituições, a policia é tão mau paga que policiais se vendem por 20 reais, o Planalto esta na mão de um semi-analfabeto, o Legislativo é uma piada de mau gosto. Até o STF, instancia máxima do Poder Judiciario, vende habeas corpus a banqueiros e bandidos de colarinho branco.
    O futebol no Brasil é mau administrado, a maior paixão nacional não da retorno a maioria dos clubes, os estádios andam vazios pois o verdadeiro torcedor teme pela violencia de marginais e bandidos organizados como voce.
    Seu maior argumento é chamar os caras a te encararem no metro tatuapé as 18:05, veja como vc é um marginal ridiculo!
    Organizações criminosas, como Independente, Gaviões, Mancha, etc.., deveriam ser fechadas pela policia, seus chefes presos por formação de quadrilha e todos seus membros identificados e fichados. Mas no Brasil falta vontade politica e seriedade dos nossos governantes, e ainda com a conivencia de dirigentes do nosso futebol que alimentam esse circulo maligno com ingressos de graça e passagem livre aos clubes sociais, esse quadro não mudara tão cedo.

  19. Andre-ZL

    Bill Clinton,
    Primeiro lugar, quando vc me rotula como marginal vc mostra que não tem inteligência nenhuma, guarde seu racismo para vc. Vc esta falando com um pai de família, trabalhador e universitário.
    E segundo lugar, ninguém ganha dinheiro com marca de ninguém, se vc soubesse quem somos não falaria besteiras.Se conhecesse nossa historia, como fomos criados, quem criou nossa torcida vc não falaria isso (aposto que só fala isso na net),E ninguém utiliza mais a marca Corinthians do que a imprensa. .Tenho 16 anos de torcida e nunca ouvi nenhum gavião dizer “SOU MAIS GAVIÕES DO QUE CORINTHIANS”, muito pelo contrario, quem é sabe do que eu estou falando. Portanto para mim vc esta mentindo.
    Sobre estudar, estou a três meses de me formar em ADM pela USJT, não devo nada a vc e antes de vc falar veja a realidade e não vem com papo furado

  20. Andre-ZL

    Sten ,
    Se vc quer me xingar então me xingue de “Maloqueiro e Sofredor” e sua vida particular não me interessa, tome cuidado com suas palavras porque aqui não tem marginal nenhum.

    O verdadeiro torcedor não vai a estádios pelo processo de elitização que passa o futebol, com a majoração dos ingressos o pessoal não estão indo (30 reais a arquibancada da primeira divisão)..Comigo tem que argumentar a realidade.

    Meu maior argumento não é chamar os caras a me encarar no metro tatuapé as 18:05, e sim de vc ter a hombridade de chamar a pessoa de marginal, falso torcedor, usurpador da marca Corinthians na cara dele, no olho no olho, de vc expor seus argumentos a quem é de direito.
    Se para vc eu sou Marginal para mim vc é Covarde de xingar e rotular as pessoas pelas costas. Principalmente sem ter conhecimento de causa.

    Vai na ondinha do Flavio Prado (ele tem os interesses dele)…se fossemos uma organização criminosa como vc diz nossa sede já teria sido fechada a décadas, mas quando a policia e a promotoria vai lá é outra coisa que eles encontram. E esses ingresso de graça só exsite na sua cabeça.

  21. Sten

    Caro Andre-ZL,
    fico feliz que o nivel da discussão tenha se elevado, devo lembra-lo quem comecou com as ofensas pessoais:
    “Andre-ZL Disse:
    Setembro 2, 2008 em 2:13 pm
    Sten,
    A UNICA VERGONHA É TER BABACAS COMO VC NA FACE DATERRA”
    Eu apenas havia feito uma critica ao juridico do PSJ e a facção Gaviões, até então vc não havia apresentado argumentos para refutar ninguem, em geral nos posts que existem criticas aos Gaviões vc aparece xingando os outros de babaca, banzo, etc..
    Quanto aos seus argumentos, eu nem sei o que o Flavio Prado diz pois não assisto aos programas de mesa redonda da TV aberta, mas se ele leva adiante uma campanha contra as organizadas ja tem o meu apoio, ja que vivemos em uma democracia é um direito meu achar que essas organizações devam ser extintas.
    Os estadios passaram a se esvaziar na decada de 90, justamente com o crescimento da violencia destas organizações, mas realmente não é só isso que esvazia estadio, o preço de ingresso é realmente um dos fatores, a falta de estrutura da maioria dos estadios contribui, as gigantescas filas, a falta de transporte publico adequado, os flanelinhas que são verdadeiros chantagistas, cambistas, mas principalmente o fato de não poder vestir com segurança a camisa do time do coração em dias de jogos.
    Eu lembro quando era criança, la no começo da decada de 80, ia com meu pai aos jogos sem medo nenhum, assisti a inumeros clássicos entre SPFC e SCCP, SEP, em todos os jogos podia ir com minha camisa do Valdir Perez, idolo da minha infancia.
    Hoje em dia, um pai levar o filho uniformizado com a camisa do time a um classico entre São Paulo e Palmeiras, ou SPFC e SCCP é no minimo uma irresponsabilidade, e isso é culpa das torcidas organizadas e da conivencia do Poder Publico com essas facções.
    Quanto aos ingressos de graça, não é imaginação minha, reveja diversos posts aqui no blog que comprovam isso, o perdão da divida da Gaviões, a entrada desta organização no PSJ em dia de votação para realizar intimidação, a Gaviões tentando agredir jogadores em treinos apos derrotas, nada disso é invenção da minha cabeça, são fatos que acontecem e são amplamente noticiados, só não ve quem não quer.
    Quanto a questão dos royaltys, se existisse uma vontade da diretoria isso é uma realidade bem possivel, ja que o SCCP possui os direitos do escudo desde fevereiro de 1977, o escudo e o nome Corinthians são propriedade intelectual do PSJ, é só realizar uma pequena pesquisa no site do INPI.
    Percebe, caro Andre-ZL, vc pode até ser alguem que respeita as leis e o estado, mas talvez a sua paixão te cegue e vc não perceba as más companhias que o cercam, e a propósito nenhuma ofensa dirigida a sua pessoa.
    Abraços!

  22. Cesar Bergamo

    Sem generalizar, mas generalizando. As torcidas organizadas são sim um dos tumores do futebol brasileiro. Há pessoas honestas dentro dessas organizações? Com certeza, mas devem ser muito poucos. Não precisamo ir muito longe para provarmos isso. Os estádios esvaziaram porquê? Todas as vezes que temos problemas de violência em qualquer estádio do Brasil, quem está sempre envolvido? Quando pressões desnecessárias e exageradas acontecem sobre os jogadores de futebol, quem as fez? Por isso, é nítido que TODAS as torcidas organizadas do país são um problema que deve ser, ao menos, fiscalizado e realmente organizado.

  23. Andre-ZL

    Realmente eu me excedi por achar seu post preconceituoso, e quando xingo as pessoas é pelo simples motivo delas na maioria dos casos serem preconceituosas, não conhecer as coisas como realmente são e copiar fielmente as palavras de alguns jornalistas. Você tem o direito de achar que as organizadas devem ser extintas e nós temos o direito garantido na constituição federal de existirmos.

    Nos anos 80 existia violência e em meados de 90 a violência diminuiu drasticamente, por um trabalho de conscientização, mas nossa cidade cresceu, a população cresceu, a violência cresceu em todos os setores, pois hoje temos promotores assassinos em liberdade, milícias de policiais controlando o trafico, juizes ladrões, estudantes homicidas, médicos estupradores, pais assassinos, filhos assassinos e por esse motivo vamos extinguir a PM o ministério publico, acabar com as famílias, é claro que não, tem que punir a pessoa que comete o delito ai sim acaba o impunidade na pratica.muitos mas muitos gaviões foram expulsos e não podem freqüentar nossa sede, nós fazemos nossa parte sim.

    Eu vou em todo jogo uniformizado, mas tomo muito cuidado com minha logística até o estádio, como também tomo cuidado ao sair a noite, ao andar no centro, utilizar o metrô, estamos em São Paulo e seria muito Hipócrita de achar que aqui eu posso andar tranquilamente e tudo deveria ser mil maravilhas, mas não acho isso, pois sei da realidade de uma mega metrópole. E sei também que na historia da humanidade não houve nenhuma mega metrópole perfeita.

    Não existe nenhuma conivência do Poder Publico com as torcidas (facção???nós somos uma agremiação), o que existe é um trabalho de prevenção e conscientização, quem é do meio sabe muito bem disso.

    Sobre ingresso de graça, os posts aqui não comprovam nada, cadê documentos?????o que ocorre aqui são fofocas de pessoas sedentas pelo poder no Corinthians, até hoje não vi nada ser provado, não acredite em tudo que vc lê. Agora, se nós fiscalizamos e pressionamos conselheiros corruptos, foi por isso que os Gaviões nasceram, os gaviões nasceram um movimento político para tirar um ditador da presidência e se nós não pressionacemos o Dualib ele ainda estaria no poder. O próximo presidente será eleito pelas urnas. Jogador mercenário que fica a noite inteira na balada bebendo e se drogando tem que ser cobrado pelos seus consumidores sim. É um direito seu também, algumas atitudes nossas foram exageradas, mas é com os erros que se aprende. Nós não temos culpa se outras torcidas tentam nos imitar e metem os pés pelas mãos.

    Sobre Royalts nosso desenho esta desde 1969 e é um símbolo que representa a torcida do Corinthians levando e protegendo seu time, pois é assim que me sinto quando estou no Mineirão contra 50 mil cruzeirences e vejo meu time entrar em campo e ser vaiado e pressionado, mas ele olha num cantinho do estádio e nos vê e sabem que não estão sozinhos…nessas horas sabemos que somos uma família unida.Nossas bandeiras e camisas são provenientes de concursos de desenhos realizados entre os jovens corinthianos, ninguém aqui quer ficar rico as custas dos outros, nosso dinheiro arrecado é investido em faixas, caravanas, fogos, bexigas, transporte, campanhas sociais (somos inigualáveis nessa), cursos oferecidos de graça a nossa comunidade e etc.

    Vc é corinthiano e eu também e qualquer dia estaremos lada a lado na bancada pelo mesmo objetivo enaltecer o Corinthians.

    Abraços,,,,
    Corinthians meu primeiro amor!!! Gaviões minha ideologia!!!

  24. Sten

    Andre-ZL, não sou corintiano não, sou saopaulino, o Valdir Perez foi goleiro nosso também.
    Abraços.

  25. Alviverde/SP

    Nos anos 90 a violência entre torcidas DIMINUIU drasticamente, André??? E as várias MORTES que ocorreram justamente no decorrer daquela década, com seu auge naquela triste “Batalha do Pacaembu” entre Palmeiras e SPFC(leia-se Mancha X Independente)em 95, e até mesmo nos dias de hoje??? Até então, a única morte ocorrida envolvendo as organizadas foi a morte do Cléo da Mancha, em 88. Antes disso, apenas brigas e escaramuças isoladas…as coisas só PIORARAM nos anos 90…

  26. Sten

    É, Alviverde/SP, eu também achei estranha a informação, para mim a violencia das organizadas aumentou(e muito) e se consolidou na decada de 90, na decada de 80 ainda era tranquilo ir aos estadios.

  27. Andre-ZL

    até 95 a violência era generalizada e descontrolada, era uma cultura, depois a partir de muito trabalho a violência diminuiu, principalmente dentro dos estádios, migrou para os bairros, mas num contingente muito menor, houve mortes sim, pois já havia começado o uso de armas, teve outras mortes antes de 95, eu não tenho números, mas por experiência própria te digo, depois de 95 a violência diminuiu. hoje temos grupos isolados, muito diferente de antes. Isso é muito complexo para explicar por internet, mas se vc falar com Coronel Marinho ele pode te dar um raio X dessa questão.

  28. Alviverde/SP

    Por mais que se façam trabalhos de conscientização dentro dessas coletividades, é questão de “cultura” própria das organizadas…infelizmente eles enxergam as torcidas adversárias como a um INIMIGO a ser combatido ou até mesmo TRUCIDADO…têm coisas que são difíceis de incutir nas mentes desses jovens, e também dos não tão jovens desses grupos organizados…é COMPLICADA a coisa…
    Agora, louve-se(vamos ver por quanto tempo) esses novos cânticos apenas ENALTECENDO seu próprio time, e NÃO PROVOCANDO as torcidas rivais, como era comum nos últimos tempos…

  29. Cesar Bergamo

    André, você parece ser um cara do bem e um cidadão de respeito, mas não tente justificar o injustificável. Todas as torcidas organizadas são um problema grave para o futebol, tanto que são combatidas e extintas em todo o mundo. Não nego que a Gaviões tenha seu valor, mas ele já sumiu há muito tempo. Hoje em dia ela não ajuda em nada e é totalmente desnecessária. Ela não representa o Corinthians e a verdadeira massa corinthiana não se sente representada por ela. Um abraço.

  30. Andre-ZL

    Cesar Bergamo , não me leve a mal, mas não estou muito certo disso que vc falou…

  31. Andre-ZL

    Cesar me passa um e-mail..paulinho , por favor, passa meu email para ele sem divulgar no site.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: