Advertisements

Raul Corrêa da Silva disse “SIM” para a MSI

 

Em julho de 2007, uma comissão foi criada para analisar as ações entre MSI e Corinthians.

Chefiada por Rubens Approbato Machado, chegou-se a conclusão de que a parceria era um desastre para o clube.

A maioria votou pelo rompimento do contrato.

Membros da chapa Renovação e Transparência, que apoiou Andres Sanches, lutaram para que isso não acontecesse.

Publicamente diziam ser contra, nos bastidores votavam pela permanência.

Raul Corrêa da Silva, vice-presidente de Finanças do clube, foi um deles.

O blog teve acesso ao seu voto, até então secreto, enviado para o e-mail de Rubens Approbato.

Ele tenta se justificar, procurando tapar o Sol com a peneira, mas no final vota a favor da MSI.

Na época, noticiei que seu grupo era contra o rompimento.

Eles me desmentiram.

Confira abaixo o e-mail enviado e o teor de seu voto.

 

De:Raul Corrêa da Silva [mailto:raul@xxxxxx.com.br]
Enviada em: xxxxxxxxx
Para: ‘Rubens Approbato’
Cc:h
eleno@xxxxxx; xxxxtuma@xxxxxxx; osmar.stabile@xxxxxxx; lscarpelli@xxxxxxx; xxxxxbento@xxxxx; Adauto@xxxxxxx  

Assunto: voto em separado 

Caro Rubens 

Conforme combinado, segue em anexo meu voto em separado para ser anexado na ata da reunião de ontem. 

Eu só copiei os emails que eu tinha. Por favor, se possível, peça para sua secretaria enviar aos demais membros da comissao. 

Um forte abraço 

raul 

PS. Por acaso tivemos alguma novidade em relação ao Senger?

Raul Corrêa da Silva  

Rua Com. Miguel Calfat, xxx

Tel (55 11) xxxx-5885

Fax (55 11) xxxx-7363

xxxxx-080 São Paulo, SP – Brasil

Clique no link abaixo e confira o voto de Raul Corrêa da Silva.

raul-correa-da-silva-msi 

 

* Amanhã publicarei o relatório confidencial sobre os atos da MSI durante a parceria.

Mais de 80 páginas.

Raul Corrêa da Silva teve acesso a ele.

O que torna sua decisão ainda pior.

Facebook Comments
Advertisements

12 comentários sobre “Raul Corrêa da Silva disse “SIM” para a MSI

  1. Associado

    Concordo com o texto do Raul, sem documentação juridica que justificasse o rompimento formal com a MSI poderiamos sofrer ações judiciais mesmo sabendo que os caras eram malignos. Certamente este voto seria diferente hoje, com todas as provas do ministério publico.

    Sugiro que as pessoas antes de criticarem a noticia leiam o texto e pensem no maldito caso Nilmar, em que o mundo inteiro sabe que houve má fé da MSI e ainda assim precisamos pagar, até o presente momento, 26 milhões de reais para um contrato de 1 ano em que o jogador passou 8 meses machucado, a pior negociação da história do futebol!

    As vezes a gente sabe o que é certo mas tem que tomar cuidado para não se ferrar nos meandros juridicos

  2. celso

    Todo mundo foi a favor da parceria. 95% do conselho e 95% dos torcedores. Se for para escolher culpados, o clube não deveria ter mais representantes no conselho, que diga-se de passagem não serve pra nada mesmo, a não ser para politicagem e os torcedores tratem de vestir uma carapuça, pois queriam que queriam o clube fizesse uma parceria. Fomos todos iludidos por Dualib e Nesi, que passavam para os torcedores que o clube estava quebrado e que para manter times fortes e competitivos era obrigado a fazer uma parceria. Os únicos que não caíram no conto do vigário, foi o Sr. Citadini e alguns que leram e releram o contrato e sentiram naquele momento que seria um golpe contra o clube e um verdadeiro desastre. Mas eles também participaram de gestões desastrosas, inclusive com a dupla do barulho Dualib-Nesi, com ou sem parcerias. O problema do clube é outro. É falta de competência no gerenciamento do futebol , falta de visão de mercado, exposição demais na mídia, um conselho deliberativo formado na sua grande maioria por desconhecedores absolutos do quesito futebol e conselheiros que visam apenas o bem estar pessoal indo contra os anseios dos milhões de corinthianos espalhados por esse Brasil afora.

  3. pedro moraes

    Celso, todos quem, cara-pálida? Impressão minha ou 95% não são 100%?

    O que são esses 95% que os torna tão indispensáveis? O corinthians, eu te garanto, não são eles.

    O problema do clube é quem manda, sim, e isso inclui esses 95%, que são a causa da nossa vergonha. Não há razão nenhuma para redimi-los. ‘Fomos todos enganados por dualib’. Alto lá! Eu não, e um monte de gente não. Foi a favor quem acha que os fins justificam os meios, e esses não servem pra dirigentes, definitivamente!

  4. Bruno Vochi

    E então Paulinho, ouviu só o editorial da Pan sobre a BWA??? Vanderley Nogueria não teve papas na língua para falar claramente da relação BWA versus SPFC.

    E agora, super jornalista investigativo, vai continuar calado diante desse escândalo no tricolor???

    Ou vc tá mais a fim de participar da operação abafa… Vamos ver se esse blog tem mesmo ‘credebilidade’… Se até a Pan, que tem lá suas relações com o SPFC, tá abrindo bico…

    Tá vendo só como aquelas prisões de cambistas no morumbi era só para enganar trouxa…. e Vc caiu…. ou quis cair???

  5. celso

    Sr. Pedro Moraes são muitos os posts aqui e acolá e com absoluta certeza fica dificil lembrar deles. Porém é muito fácil afirmar e comentar em cima do fato consumado. Engenheiro de obras prontas é o que não falta. Não estou dizendo que o senhor seja um, pois como afirmei, fica díficil afirmar algo, mas posso lhe garantir e tenho muita coisa arquivada que a grande maioria das pessoas que frequentavam qualquer blog ou de certa forma, meios de comunicação como este, eram a favor não só dessa parceria, como qualquer outra parceria. A má gestão dos dirigentes mais os fracassos do time de futebol dentro de campo eram argumentos suficientes para ir buscar uma parceria. Tanto é verdade que os últimos grandes títulos do clube foi quando se tinha alguma parceria em andamento. Só que na verdade as parcerias eram para incobrir uma gestão corrupta que visava o lado pessoal de meia dúzia e que tirando os títulos não contribui em nada para o crescimento da estrutura do clube. Agora o senhor falar agora depois que tudo aconteceu que o monte de gente era contra é no mínimo insensatez. Vou dar um exemplo de quem era contra. A Dona Marlene Matheus chorou, esperniou e depois de uma semana tava dando beijinho no Kia e Cia. Repito. Nada como um bom time de futebol para incobrir e mudar o pensamento das pessoas. Talvez o senhor não tenha caído nessa, como o Sr. Citadini não caiu, mas se formos transformar em números, foi realmente a grande minoria, porém sensata e equilibrada.

  6. Leopoldo Alves

    O PSJ poderia ser o País da piada pronta, como costuma dizer o colunista da Folha, José Simão, se tudo isso que acontece fosse engraçado, mas não é. Dói fundo no coração do torcedor Corinthiano consciente de que o futebol só irá bem se o clube estiver estruturado, senão, um derruba o outro.
    Pelo jeito, podemos chamar o PSJ do PAÍS DA MENTIRA PRONTA, plagiando o colega José Simão, já que essa “transparente” gestão também parece um plágio da gestão Dualib. Esse Vice Raul é um blefe, rídiculo ele há algum tempo atrás, sentado no Senadinho com alguns papéis tentando explicar para membros da Gaviões sua esperteza na negociação do Jô, morrendo de medo de ser retaliado, ou que se confirmasse oficialmente e publicamente a sua incompetência.
    E o vice Administrativo? O que faz? Nada. Absolutamente nada, logo, ele não existe.. é Ghost, totalmente fantasma, ou um A.A. (Administrador Anônimo). O time na série B com diretoria de série Z, só tem ZEBRA.

  7. Flávio

    Pedro Moraes,
    Poucas vezes, eu li por aqui uma manifestação tão lúcida e correta.
    Sintetiza, os motivos pelos quais o time está na segunda divisão, e porque a dívida continua na casa dos 100 milhões.
    Nossos dirigentes, ou são venais, ou incompetentes…se uma das classificações lhes incomodar, é porque é a outra que lhes cabe.

  8. Pedro Santana

    Pedro Moraes, concordo plenamente. Muita gente foi contra a parceria com a MSI desde o seu início. Era óbvio que depois da Excel, Hicks Muse (parcerias rapidíssimas e suspeitíssimas também), a MSI era – mesmo para os alheios à politica do clube – no minimo, muitissimo estranha.

    Acima de tudo, entendo ser uma vergonha que um clube com mais de 30 milhões de “clientes” necessite de parcerias para sobreviver. Uma vergonha pois só a corrupção explica essa “necessidade”.

    Obs.: 30 milhões de pessoas significa 67% da população da Espanha e quase 70% da população da Inglaterra!

  9. Rodrigo

    Paulinho, desculpa não vi nada de favorável no voto apresentado. Só foi falado que faltavam elementos para uma decisão tão importante e que poderia gerar um rombo ainda maior no clube. Me pareceu um voto consciente, ponderado e responsável. Penso que deveriam ser criticados os que não obtiveram os dados e mesmo assim votaram sem medir as consequências. A parceria foi um grande erro, mas se livrar dela de qualquer jeito pode ser um erro maior, pois o Corinthians tem bens no país, já a MSI….

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: