Advertisements

Sem futebol na Bolívia

Não dá para comentar uma partida disputa em condições absolutamente desiguais.

O Cruzeiro perdeu de 5×1 para o Potosí, 4.000 metros acima do mar.

O resultado pouco importa, os brasileiros já estavam classificados.

O que é indiscutível é o claro prejuízo ao futebol e principalmente ao ser humano disputar partidas em locais como esse.

O pior cego é aquele que não quer enxergar.

Facebook Comments
Advertisements

14 comentários sobre “Sem futebol na Bolívia

  1. Rodrigo Leme

    Enquanto isso, o Chivas enfiou 3×0 no San Jose lá na altitude…vai ver essa altitude tá de marcação com time brasileiro. Pq o Cucuta já tinha ganho do San Jose de 4×2 lá tbm, e só o Santos que perdeu.

    Vai ver o Cruzeiro jogou com o Itumbiara na altitude tbm, pq tava ganhando de 4×1 e deixu empatar em 4×4…

    Já que estamos nos ditados: desculpa de aleijado é muleta.

  2. Fábio Barbano

    E o Flamengo ganhou de 3 a 0 na altitude na semana passada…

    O que faz a diferença não é só a altitude, é a motivação. O Flamengo precisava da vitória. E ganhou. O Cruzeiro não precisa da vitória. Foi goleado.

  3. anderson santos

    rsrsrssrs , o flamengo gritou e os arautos ,disseram que era choro e coisa de medroso (pra não dizer outras coisas )agora o cruzeirinho reclama ,que se danem ,roedores de corda ,covardes ,que ridicularizaram o mengo em sua luta digna.que morram sem ar .

  4. Victor Farinelli

    Acho um pouco exageradas às críticas à Bolívia pelos jogos na altitude, inclusive chegando ao tênue limite que separa uma intransiente opinião da xenofobia.

    Dizer que a altitude dificulta o desempenho do atleta é legítimo. Sugerir como opinião que ela põe em risco a vida dos mesmo também é legítimo.
    Os complexos vitamínicos, esteróides e substâncias usadas para burlar o controle antidopagem também conduzem ao mesmo risco. Agora chegar ao ponto de batizar um tópico com a frase “Sem futebol na Bolívia” me parece um pouco radical, algo como querer proibir a Bolívia e os bolivianos de jogar futebol.

    O que você sugere? Que jamais se poderá jogar futebol na Bolívia? Que os bolivianos não têm direito de jogar futebol? E tudos isso somente por causa da maldição de terem nascido ou escolhido viver em um lugar a vários metros acima do nível do mar?

    Culpar a altitude pela derrota do Cruzeiro é um equívoco. Os argentinos do San Lorenzo ganharam no mesmo estádio por 3×2 – e pior, ganharam de virada, fazendo os três gols nos 30 minutos finais, quando se supõe que já deveriam estar com a língua prá fora.

    Além disso, já se jogaram vários torneios internacionais e até Copas do Mundo na altitude mexicana, mas curiosamente não tenho lido nenhuma nota crítica contra mexicanos, nem contra colombianos. A crítica sempre é contra Bolívia e Peru, às vezes contra o Equador.

    Não vou ser injusto com você, porque não sei qual é a sua opinião sobre México e Colômbia, mas outros comentaristas, como o Juca Kfouri, já chegaram a condenar jogos em Lima e em La Paz, mas no México e na Colômbia tudo bem, aí pode. É evidente que isso não faz nenhum sentido. Quem acha que a altitude é um risco de vida ao atleta, que então condene a todos os que dela se aproveitam.

    Inclusive, levanto a tese de que essa proibição pode levantar um precendente perigoso. Por exemplo, imagina se alguém levanta a hipótese de que deve-se proibir jogar no Rio de Janeiro com uma temperatura acima dos trinta e cinco graus, porque coloca em risco a saúde do atleta. Isso nunca vai acontecer porque o Brasil goza de privilégios na Fifa, os mesmos que auxiliam os interesses dos mexicanos, defendidos também pelos nossos cronistas.

    Enfim, se é prá ser contra a altitude, que seja com uma postura coerente, ou então acabará caindo na mesma xenofobia esquizofrênica de gente como Galvão Bueno, que diz que a Alemanha joga bonito dentro do seu estilo mais viril (???), enquanto os argentinos são uns canalhas que só sabem bater e criar confusão o jogo inteiro.

  5. Randal

    É simples: segundo os diagnósticos médicos, basta fazer a devida adaptação,ou seja,chegar uns 15 ou 20 dias antes.
    Ah! Mas o calendário não permite que os clubes façam isso ?
    Sim, é verdade. Mas o que a Bolivia tem a ver com isso ?

  6. sergio lima

    So tem um problema, dias atras, a globo foi junto com o Flamengo jogar em couscus ou coisa do genero, no meio tempo, todo mundo sentadinho tomando oxigenio, ao final da partida, depois da vitoria, os caras entraram no vestiario pulando e gritando sem parar, por uma destas coinscidencias da vida, NENHUM atleta do Flamengo precisou ou procurou os tubos de oxigenio. Ate o reporter global achou interessante. E os meninos nao paravam de pular. Que a altitude da diferenca, da, mas que nao e’ pra todo mundo e nao tao intensa para queles que sentem isto tambem nao e’, mas, o blog do embalo so quer surfar na opiao do idolo. Jornalismo e’ pesquisa, e’ estudo, nao apenas opiniao, qualquer retardado mental tem opiniao, o que importa sao opinioes baseadas em fatos e isso, ta em falta no mundo. Alias, ha quem diga que jogar no sol do meio dia como fazem alguns e’ bem mais perigoso do que jogar na altitude, va atras pra ver se e’ verdade.

  7. Justiceiro

    O comentário do Victor Farinelli é perfeito. O Cruzeiro está com palhaçada, pra tentar justificar o vexame. Mas 5×1 pra um timinho daqueles não tem desculpa, não…

  8. Alexandre

    Paulinho
    Porque os atletas do Potosí, que moram e jogam lá não estão morrendo?Pau que dá em chico dá em francisco, não é mesmo?
    Se a altitudade mata um mata todos…
    Acho esse debate pouco científico e muito, mas muito desrespeitoso com as nações estrangeiras.

  9. Robson

    É só a Conmenbol acabar com essa de multa, e começar a perder os jogos por W.O. , ora!
    Ou então que vá e perca.
    Ou ainda
    Cego é quem não vê a tragédia que é tirar o futebol de uma localidade, ou transformar um grande e moderno estádio como o de Potosí em um elefante branco.

  10. Robson

    É só a Conmenbol acabar com essa de multa, e começar a perder os jogos por W.O. , ora!
    Ou então que vá e perca.
    Ou ainda que jogue com máscara de oxigênio.
    Cego é quem não vê a tragédia que é tirar o futebol de uma localidade, ou transformar um grande e moderno estádio como o de Potosí em um elefante branco.

  11. Victor Farinelli

    Espero que o titular do blogue reflita sobre sua postura. Não que eu queira que ele, como eu, seja a favor dos jogos na altitude de qualquer país. O Paulinho acredita que a altitude é prejudicial e por supuesto tem todo o direito democrático de exercer sua opinião. Apenas sugiro que seja coerente então com todas as sedes que se beneficiam da altitude, e que também seja menos radical, menos intransigente e menos intolerante com os bolivianos – até porque se o blogue condena a Bolívia mas aceita a altitude em outras praças, concordando com uma resolução da Fifa que foi alterada na calada da noite, graças a um obscuro lobby das federações mexicana e colombiana, justamente para beneficiar a interesses de políticos, empresários e empresas, colocaria em cheque o jornalismo com credibilidade anunciado em seu subtítulo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: