Advertisements

O novo teste da FIFA

 A FIFA vai realizar testes com quatro bandeirinhas em partidas de futebol.

Concordo ser uma tentativa válida, mas acredito que devem ocorrer muitas dificuldades de adaptação ao sistema.

O que deve acontecer quando dois bandeiras tiverem a visão diferente do lance?

Por isso prefiro a manutenção de dois auxiliares com o uso da eletrônica.

Três árbitros poderiam ficar ao lado do campo e julgarem, pelas imagens, se algum erro grave foi cometido.

Vamos acompanhar os testes, de repente pode até funcionar.

E se isso acontecer me darei por satisfeito.

Facebook Comments
Advertisements

6 comentários sobre “O novo teste da FIFA

  1. Daniel

    Acho 04 bandeirinhas muito confuso. Acharia muito melhor insistir em 02 árbitros, eles ficariam mais próximos das jogadas correndo em diagonal com os bandeirinhas. Algo como NBA ou NFL adaptado as caracteristicas do Futebol

    Paulinho: Vamos aguardar para ver como funciona na prática

  2. geraldo c araujo

    Há muito tempo que, baseado no nº de árbitros e assistentes que se observa em partidas de tênis, basquete e volei, esportes disputados em quadras muito menores que os campos de futebol e por muito menos atletas, acredito numa solução para diminuir os erros de arbitragem que inclua o aumento do número de assistentes e até mesmo de juízes nos jogos de futebol. Nos esportes com arbitragens múltiplas não se tem notícia de tantas alegações de erro como no futebol. Já as paralizações para julgamento de lances duvidosos, como ocorre na NFL, não creio que daria certo no futebol (soccer). Os jogos da NFL sofrem paralização automática a cada tentativa de progressão, ou quando a bola muda de mãos. No “soccer” tais paradas são inadmissíveis, por alterar a dinâmica do jogo, além de implicar até em mudança de regra, instituindo a cronometragem do tempo de bola efetivamente em jogo.

    Paulinho: Será um bom teste, vamos aguardar…

  3. matilda cardoso

    também sou favorável à tecnologia, porém algo deve ser levado em conta: não são todas as localidades que poderiam dispender deste recurso, devido a limitações financeiras. pegando os estaduais: no paulista, no carioca e nos do sul isso poderia ser executado tranquilamente. e em estados de futebol muito pobre, como tocantins, acre e piauí, por exemplo? como contornar este porém para todo mundo ter o recurso da tecnologia, ao qual repito ser favorável?

    Paulinho:Que a FIFA e a CBF banquem

  4. DONIZETE

    Melhor do que isso de colocar mais juizes seria profissionalizar a profissão.
    Os juízes brasileiros são muito ruins e como não são profissionalizados, os dirigentes se acham no direito de influenciar as arbitragens. E todos sabemos que conseguem. Vejam os juizes sul-americanos que apitam na libertadores ? erram, mas de uma forma geral, permitem que o jogo flua e tenha futebol. No Brasil qualquer coisa é falta, na dúvida erguem a bandeira e assinalam impedimentos que não existem. Chegamos ao ridiculo, onterm de um juiz mostrar 2 cartoes amarelos para o mesmo jogador e o que fizeram os outros auxiliares ? nada. Então na minha opinião, aumentar o numero de assistentes é aumentar a quantidade de problemas. Por uma arbitragem profissional e independente. Fora disso é conversa mole, pra boi durmir.

    Paulinho: A arbitragem brasileira está em fase horrível…

  5. Raphael

    Porque será que a FIFA não usa dos mesmos artifícios eletrônicos que a NBA e a NFL utiliza a anos??
    Não entendo o porque dessa implicância da FIFA contra os recursos eletrônicos.
    Mas pelo menos a FIFA tá agindo ultimamente.
    Gostei dessa idéia de 4 bandeirinhas numa mesma partida.
    Certamente muitos lances polêmicos serão evitados com essa medida da FIFa.

  6. jefferson dorneles

    também sou favorável à tecnologia, porém algo deve ser levado em conta: não são todas as localidades que poderiam dispender deste recurso, devido a limitações financeiras. pegando os estaduais: no paulista, no carioca e nos do sul isso poderia ser executado tranquilamente. e em estados de futebol muito pobre, como tocantins, acre e piauí, por exemplo? como contornar este porém para todo mundo ter o recurso da tecnologia, ao qual repito ser favorável?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: