Advertisements
Blog do Paulinho

A ‘pegadinha’ nas alterações estatutárias do Corinthians

André Negão, presidente da Comissão de Reforma Estatutária do Corinthians

A Comissão Estatutária do Corinthians aprovou extensão do mandato do próximo presidente de três para quatro anos, mantida a impossibilidade de reeleição.

Seria até uma modificação aceitável não fosse a ‘pegadinha’ inserida no contexto.

Se antes para reprovar as contas de um gestor o Conselho alvinegro necessitava de 50% mais um voto, formando maioria simples, agora necessitará de muito mais: dois terços de todos os conselheiros.

Absolutamente inviável.

Na prática, além de presidir mais, o novo mandatário estará quase imune ao órgãos de controle alvinegros.

Retrocesso que facilitará a vida de quem, por ventura, assumir o clube com objetivos espúrios.

Duas outras medidas que seriam importantes para modificação do atual quadro eleitoral, nitidamente ‘encabrestado’, foram reprovadas pela comissão: a possibilidade de voto pelos sócios do Fiel torcedor e a realização de um segundo turno eleitoral, que impediria, como vem ocorrendo em anos recentes, vitórias de candidatos com menos de 50% dos votos válidos no geral.

Recusou-se também o acréscimo de 25 para 50 membros nas ‘chapinhas’ de conselheiros e a possibilidade de aumentar o número de conselheiros vitalícios de 100 para 150.

O próximo passo será a votação das modificações pelo Conselho Deliberativo e posterior ratificação em Assembleia Geral de Associados.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: