Advertisements
Blog do Paulinho

Liga de Clubes empaca porque cartolas querem dinheiro, apenas

Há anos se fala na criação de uma Liga de Clubes no Brasil, que colocaria as agremiações na condição de administradores dos campeonatos disputados por aqui, deixando a CBF somente com a Seleção Brasileira.

Anos atrás, a pioneira advogada Gislaine Nunes, em árdua batalha – inclusive judicial – com a Casa Bandida e seus mais próximos, entre os quais o vascaíno Eurico Miranda, tirou a ideia do papel e fundou a Liga de Futebol Nacional do Brasil.

Conquistou a chancela da FIFA e os poderes inerentes aos da CBF.

Desde então tenta convencer as agremiações a aderirem ao que já existe, mas esbarra, sempre, na ganância da cartolagem.

Ninguém discute, previamente, planejamento para mudar o futebol brasileiro ou métodos de monetizar as agremiações com o trabalho a ser realizado.

Só se fala em dinheiro adiantado.

Os cartolas querem bilhões, mas sem nenhuma contrapartida assegurada.

Esse é o ponto.

Não à toa os atuais postulantes a parceiros, entre os quais a família Zveiter, que infelicita, há tempos, tribunais esportivos e comuns desse país, permanecem no jogo.

Todos prometem dinheiro, mas pouco se aprofundam nas necessidades do esporte no país.

Ainda assim, a cartolagem não entre em acordo.

Nada funcionará enquanto embolsar dinheiro fácil estiver à frente de tornar a organização do futebol mais atrativa a investidores.

Se adotada nos termos propostos pelos Zveiter – de favorecimentos instantâneos, a Liga tende a ser de tiro curto, sem profundidade, servindo apenas aos interesses da cartolagem de ocasião.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: