Advertisements

Pirotecnia dos bastidores de Brasil e Argentina tinha por objetivo esconder pecado original

Quatro cidadãos argentinos, mais do que oriundos, moradores da Inglaterra, entraram no Brasil através do principal aeroporto do país e, mesmo obrigados, por Lei, a cumprirem quarentena, foram liberados.

Eis o pecado original.

Bastou mentirem para a desinformada imigração, incapaz de checar os carimbos em passaportes, para entrarem, tranquilamente, nesta ‘terra de ninguém’.

Quantos mais, sem fama, não procederam de maneira semelhante e estão, tranquilos, espalhando a doença por aqui?

Diferentemente destes, era pública e notória a origem dos argentinos.

O desenrolar das ações posteriores, culminando com a necessidade de desviar o foco e invadir o campo de jogo para demonstrar a força do Governo contra os ‘vilões’ infratores, se deu para minimizar a enorme incompetência e irresponsabilidade de nossas autoridades.

CBF, AFA, FIFA, CONMEBOL e demais envolvidos comportaram-se como de hábito, objetivando driblar leis e abafar as possibilidades de punições, mas são meras coadjuvantes de um problema muito mais sério que, há tempos, compromete a saúde pública do país.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “Pirotecnia dos bastidores de Brasil e Argentina tinha por objetivo esconder pecado original

  1. guest

    O pecado original foi a mentira, a evidenciação da falta de controle foi posterior. A Argentina tem de perder os pontos da partida.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: