Advertisements

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

apito limpo

“É como diz o ditado: O futebol é uma caixinha de propinas”

Adágio de: Samuel Santos

—————————————————–

A misteriosa justificativa da CA-FPF para troca do nome dos árbitros no primeiro jogo da quartas de final da Série A2 do Paulistão 2021, seguida da escala de um dos seus protegidos para confronto final

No domingo Luiz Flávio de Oliveira (FIFA) finalizou física e clinicamente bem a disputa SPFC 4×0 Mirassol disputada na noite do domingo 16/05, retornando a bolha dos árbitros (local que estão confinados).

Na

Manhã da segunda feira 17/05, por volta das 10h, na audiência pública virtual foi designado para ser o árbitro da partida entre Portuguesa 0 x 2 Água Santa, referente primeira contenda;

Passado meia hora

Conforme informação da comissão de árbitros por estar “contundido” foi substituído por Flávio Rodrigues de Souza (FIFA).

Episódio

Que chamou a atenção pelo histórico de Luiz Flávio em jogos do EC Água Santa,

Conversas

Paralelas indicam que houve pedido para sua substituição por parte da diretoria da agremiação situada na cidade de Diadema.

Nada

Surpreendente a escala do protegidíssimo e sempre correria Salim Fende Chaves na segunda e decisiva partida Agua Santa 1 x 2 Portuguesa de Desportos realizada na noite de ontem 21/05, no qual marcou inexistente falta penal favorável a equipe mandante que pós cobrança empatou a contenda 1×1,

Pergunto

Letrado e autônomo presidente do SAFESP por qual motivo não divulgas os balancetes dos anos 2019 e 2020?

Acabando

Tá tudo dominado

————————————————————

Semifinal da Série A1 do Paulistão 2021

Domingo 16/05/2021

Corinthians 0 x 2 Palmeiras

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA)

Assistente 01: Neusa Inês Back (FIFA)

Assistente 02: Daniel Paulo Ziolli

VAR

Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

Item Técnico

1º – Acertou no instante que corroborou com a participação da assistente Neusa Inês Back ao apontar a posição de impedimento do atacante palmeirense Luís Adriano no lance findado com a bola no fundo da rede

2º – No meu entendimento não aconteceu à falta penal maliciosamente cavada por Mosquito atacante corintiano; pós-batida por Luan rebateu no travessão.

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 06 para corintianos e 02 para palmeirenses

Cartão Vermelho: João Victor defensor do Corinthians e Zé Rafael atacante palmeirense por troca de empurras.

Observação

No lance antecedente as duas expulsões, Flavio Rodrigues de Souza de frente pro fato deixou de marcar a mal-intencionada tentativa do corintiano Luan de chutar a perna do oponente Zé Rafael.

São Paulo 4 x 0 Mirassol

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA)

Assistente 01: Anderson Jose de Moraes Coelho

Assistente 02: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa

VAR

Marcio Henrique de Gois

Item Técnico

No todo da contenda trabalho normal dos representantes das leis do jogo

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 02 para defensores da equipe mirassolense

—————————————————–

Primeira das duas disputas finais da Série A1 do Paulistão 2021

Quinta Feira 20/05

Palmeiras 0 x 0 São Paulo

Árbitro: Flavio Rodrigues de Sousa (FIFA)

Assistente 01: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA)

Assistente 02: Anderson José de Moraes Coelho

VAR

José Claudio Rocha Filho

Item Técnico

Não ocorreram lances duvidosos no interior das áreas, deixou de marcar algumas faltas,

No todo

Tanto árbitro quanto assistentes cumpriram normalmente seus papéis.

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 02 para alviverdes, incluindo o treinador e 01 para tricolores.

Nota

Flavio Rodrigues de Souza necessita de mais amadurecimento e desapego relacionado ao seu corre-corre junto a CA e diretoria para ser o basal entre os árbitros da FPF e CBF.


Confira abaixo o programa “COLUNA DO FIORI”, desta semana.

Nele, o ex-árbitro comenta assuntos, por vezes, distintos do que são colocados nesta versão escrita:

*A coluna é também publicada na pagina http://esporteformigoni.blogspot.com

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.


Política

Pazuello, Araújo e Wajngarten, mesmo demitidos, mentem. E falta Salles

Festival de mentiras na CPI é para tentar salvar Bolsonaro, que está comprometido até a medula por atos, omissões e falas sobre vacinas, isolamento, máscaras e cloroquina

Eduardo Pazuello, Ernesto Araújo e Fabio Wajngarten cumpriram o mesmo papel na CPI da Covid: mentir, para negar o negacionismo e acobertar os erros óbvios do presidente Jair Bolsonaro no combate a uma epidemia que já custou a vida de mais de 440 mil brasileiros. A célebre frase de Pazuello, “um manda, outro obedece”, virou “um não manda e não sabe de nada, todos os outros fazem tudo como bem entendem”.

É para rir ou para chorar? O general Pazuello jura que nunca foi desautorizado pelo presidente, o diplomata Araújo garante que não causou atritos com a China, Wajngarten esqueceu que acusara o Ministério da Saúde da era Pazuello de “incompetência”. Há, porém, vídeos, áudios, textos e reportagens nas várias mídias provando o oposto. De celulares em punho, os senadores exibem áudios que trituram as mentiras.

No caso de Pazuello: num dia, ele anunciou, para governadores, a compra de 46 milhões de doses da Coronavac; no dia seguinte, Bolsonaro disse que ele é quem manda, não abre mão da sua autoridade e não compraria “vachina” nenhuma; no terceiro dia, os dois confraternizaram: “um manda, outro obedece”.

No caso de Ernesto Araújo: está documentada, antes e durante sua passagem no Itamaraty, a enxurrada de desaforos e delírios contra a China, que, não bastasse ser o nosso maior parceiro comercial, é o maior produtor de vacinas do mundo – e das únicas vacinas usadas no Brasil até 29 de abril deste ano. Para ele, a China quer destruir os valores cristãos e o próprio Ocidente.

E, no caso de Wajngarten, que ocupava a Secretaria de Comunicação quando se envolveu – sem sucesso, aliás – na negociação das vacinas da Pfizer: para azar dele e sorte da verdade, sua entrevista à revista Veja está gravada e a acusação de “incompetência da Saúde” é bem audível.

Só precisa mentir quem não pode dizer a verdade. Logo, o festival de mentiras na CPI é para tentar salvar Bolsonaro, que está comprometido até a medula por atos, omissões e falas sobre vacinas, isolamento, máscaras, cloroquina. O papel da comissão é consolidar, divulgar e amplificar o que só não viu e não sabe quem não quis e não quer.

As mentiras de Pazuello não são novidade, mas continuam chocantes. No primeiro dia, ele mostrou-se muito bem treinado e os senadores pareciam despreparados, o que bastou para uma onda de alívio no Planalto e no Exército. Ontem, a estratégia da cúpula e da oposição e dos independentes mudou: os senadores falaram muito, apontando os erros do governo e do presidente, dando pouca chance para Pazuello falar e mentir.

Ele, porém, já começou dizendo que é “um oficial-general “e oficial-general não mente”. Imagine se mentisse… E, ao insistir em negar que a Saúde tivesse criado e usado o aplicativo TrateCov, para massificar a cloroquina, saiu-se com essa: “Foi um hacker que postou”. Nem o presidente da comissão, o equilibrado Omar Aziz, aguentou: “Muito competente esse hacker, botou até na TV Brasil!”

Não dá ainda para prever o desfecho da CPI, mas ela já cumpre o seu primeiro objetivo: consolidar e jogar luzes nos erros de Bolsonaro e seu governo na pandemia. A comissão é, assim, educativa, mobilizadora, e já está sendo apelidada de “novo BBB”, ao cativar milhões de atentos brasileiros na TV, rádio, internet.

E, se Pazuello, Ernesto Araújo e Wajngarten, que também faziam tudo o que ele mandava, já foram demitidos, Bolsonaro perdeu o timing para se livrar do queridinho Ricardo Salles, do Meio Ambiente, outra área crítica do governo e alvo da PF. Com isso, e com o “tratoraço”, ele perdeu também o discurso de que não há escândalos no seu governo (noves fora as rachadinhas anteriores…). A situação de Bolsonaro, portanto, não é nada, nada confortável.

Jornalista Eliane Cantanhêde – Exposto no Estadão do dia 21/05/2021

————————————————————

Finalizando

“Nenhum mentiroso tem uma memória suficientemente boa para ser um mentiroso de êxito”

Abraham Lincoln: foi presidente dos Estados Unidos da América. Decretou a emancipação dos escravos. Foi considerado um dos inspiradores da moderna democracia tornou-se uma das maiores figuras da história americana. Defendia a causa dos pobres e humildes.

————————————————————-

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP-22/05/2021

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: