Advertisements

Promotora que ‘investigava’ homofobia de Neymar se afasta do caso após acusações de suspeição

A Promotora Cristiana Tobias de Aguiar Moeller Steiner, até então responsável pelo Inquérito que investiga suposta prática de homofobia de Neymar e seus ‘parças’, decidiu afastar-se do caso após pedido de suspeição.

O denunciante, Agripino Magalhães, suplente de Deputado Estadual em São Paulo, teria comprovado vínculo dela com familiares do jogador.

Trata-se do episódio em que Neymar e seus beneficiados ofenderam, com palavras homofóbicas e ameaças de agressões físicas, ao então namorado da mãe do atleta.

Por conta disso, na última sexta-feira (07), a juiza Helena Furtado de Albuquerque Cavalcanti, que julgaria a suspeição, deu por prejudicada a apreciação, determinando que o processo retorne à Delegacia Policial para a realização das diligências que, aparentemente, estavam paradas.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: