Advertisements

Mais da metade dos times do Paulistinha são de terceira, quarta e até quinta divisões nacionais

Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF

Há tempos, o Campeonato Paulista, outrora tão relevante quanto – até os anos 80 – o Campeonato Brasileiro, respira por aparelhos.

Antes celeiro de craques e palco dos principais jogadores, por vezes, do planeta, serve agora apenas aos interesses de empresários.

O nível dos atletas é dos mais desprezíveis.

Não à toa, para muitos, entre os quais esse Blog do Paulinho, a disputa deveria ser extinta, preservando-se para a história, abrindo espaço a uma melhor configuração de datas para os campeonatos nacionais ou, no limite, servir para que os clubes menores mantenham-se em atividade – mas apenas eles.

O Paulistinha é um torneio em que a maioria de seus disputantes estão alocados nas terceiras, quartas e até ‘quinta’ divisões nacionais.

Somente cinco, de dezesseis, são equipes de primeira divisão: Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos e Bragantino.

Duas, de segunda: Ponte Preta e Guarani.

Quatro de terceira: Botafogo, Mirassol, Ituano e Novorizontino.

Quatro de quarta: Ferroviária, Santos André, Inter de Limeira e São Bento.

E o São Caetano, que não está em divisão alguma, mas pode ser considerado ‘de quinta’, porque disputa a ridícula ‘Copa Paulista’, que tem o vencedor com vaga garantida para a a Série D do Brasileirão..

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: