Advertisements

Presidente da CBF sai de seu mutismo para revelar-se discípulo de Bolsonaro

Da FOLHA

Por JUCA KFOURI

Rogério Caboclo é de perfil baixo, medíocre, além de inábil no trato da língua

Rogério Caboclo é adepto do perfil baixo, menos por ser discreto, mais por ser medíocre.

Inábil no trato da língua, é capaz de defender a continuidade dos campeonatos com frase que diz o contrário: “Eu não abrirei mão…de deixar de jogar as competições nacionais”.

Tão deplorável como, ouvimos no vídeo vazado da reunião da CBF com os 40 clubes das séries A e B, no dia 10 de março, o repeteco do palavreado da famosa reunião ministerial de 22 de abril de 2020.

O delicado Caboclo sentenciou diante de plateia subserviente e docemente constrangida:“Vocês estão fodidos se não tiver futebol”.

Lobinho em pele de cordeirinho, Caboclo candidatou-se a ditador da Casa Bandida do Futebol, trilha já percorrida em tempos idos por João Havelange e Ricardo Teixeira, de tristes fins.

Na prática, calou quem quis ponderar, como fez com o presidente formal do Palmeiras, mais uma vez no papel de Rainha da Inglaterra, ao enfiar o rabo entre as pernas, incapaz de mostrar ao tiranete que a gloriosa Sociedade Esportiva Palmeiras é a razão de ser da CBF e não o inverso.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “Presidente da CBF sai de seu mutismo para revelar-se discípulo de Bolsonaro

  1. Renato oliveira

    Bolsonaro psicopata, canalha, idiota, assassino, asno, jumento, traidor da pátria, nojento, filho de galinha choca, presidente mais calha da historia do Brasil. Os filhos são todos corruptos e cúmplices de milicianos. CBF!!! Dá um tempo, Bolsonaro é maluco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: