Advertisements

Promotor que orientou condenação do Blog do Paulinho fez ‘merchan’ para loja de correligionário de Paulo Garcia

Ontem (09), em vídeo, pronunciei-me a respeito do mandado de prisão, ordenado pela 26ª Vara Criminal de São Paulo, em meu desfavor, pela suposta prática de crime contra a honra.

A ‘vítima’ seria o empresário Paulo Garcia, dono da Kalunga, atuante nos bastidores do Corinthians.

A pena é de pouco mais de cinco meses.


Para conferir, basta clicar no link a seguir:

A condenação à prisão do Blog do Paulinho


Revelei que o promotor responsável por orientar o JECRIM à aceitação da queixa-crime, alegando evidência de ‘difamação’, foi Paulo Castilho, ligadíssimo à cartolagem do futebol, mas, principalmente, amigo íntimo de Paulo Garcia.

As fotos abaixo, retratando um dos vários jantares, além de viagens em que estiveram juntos, são reveladoras:

A proximidade é tamanha que Castilho sequer parece se constranger quando, em aparente desconformidade com as atribuições de seu cargo público, participou de ‘merchan’ para a loja do então coordenador da campanha de Paulo Garcia no Corinthians, que, à época, ocupava a vice-presidência da Federação Paulista de Futebol.

Mais do que um agrado ao dono do comércio, tratava-se, ao que tudo indica, de ‘ficar bem’ com o dono da Kalunga.

A suspeição parece bem evidente.

Tanto que Castilho, após recomendar a aceitação da queixa-crime, não mais assinou o restante das manifestações ministeriais, a cargo, porém, de parceiros de seu gabinete.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: