Advertisements

A era da desinformação

Da FOLHA

Por HÉLIO SCHWARTSMAN

O jornalismo precisa cuidado com o chamado ‘outro lado’ em controvérsias científicas.

Caro leitor, como você sabe que a Terra é redonda? Bem, você só sabe disso porque alguém lhe contou e você confia nessa pessoa.

Com efeito, nossa experiência do dia a dia é muito mais sugestiva de um planeta achatado do que de um arredondado. Não sentimos a esfericidade em nenhum de nossos deslocamentos ordinários. Só acreditamos na redondez porque foi o que nossos professores nos ensinaram, e essa é uma crença que a comunidade em geral sanciona.

Esse mecanismo de validação social se aplica não só ao formato do planeta mas também a quase todas as “verdades científicas”. É um bônus (não precisamos refazer todas as descobertas de nossos antecessores) e um ônus (de vez em quando, ideias falsas, como a da existência de uma planta comestível com aspecto, cheiro e gosto de cordeiro, são aceitas como verdadeiras por séculos).

Os filósofos da ciência Cailin O’Connor e James Owen Weatherall exploram esse e outros aspectos da epistemologia em “The Misinformation Age” (a era da desinformação) para mostrar os riscos que corremos com as “fake news” e outras modalidades de fraude às quais se empresta credibilidade social. A realidade fática, afinal, existe e, cedo ou tarde, cobra seu preço. Não importa se você acredita ou não em mudança climática, o planeta está ficando mais quente e isso gera repercussões concretas.

É uma obra oportuna, gostosa de ler e cheia de curiosidades, como a história da planta-cordeiro. Igualmente interessante, a dupla não se limita a descrever os muitos meios pelos quais as coisas podem desandar. Também faz sugestões de medidas simples para minorar o problema.

Um exemplo afeito ao jornalismo: é preciso cuidado com o tratamento dado ao chamado “outro lado” em controvérsias científicas. Ao dar visibilidade a uma posição que talvez seja francamente minoritária entre cientistas, a imprensa pode estar contribuindo para as narrativas falsas.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: