Advertisements

Desacato de treinador a diretor do Corinthians revela como as coisas funcionam nos bastidores da base alvinegra

Fernando Matheus

Na última segunda-feira (14), o treinador Coelho foi expulso pela arbitragem em meio à derrota de três a zero do Corinthians para o Vasco da Gama, em pleno Parque São Jorge, pelo Brasileiro Sub-20.

O motivo foi discussão com o diretor do próprio Timão, Fernando Matheus.

As palavras exemplificam bem o nível do desrespeito:

“Vai toma no seu cu, seu diretorzinho de merda”

“Filho da puta, desce aqui”

Coelho, além de humilhar a quem, hierarquicamente, estaria em posição superior à sua no departamento, ainda ameaçou-o, nitidamente, de agressão física.

Num clube civilizado, Matheus teria demitido Coelho.

Mas no Corinthians o contexto é diferente.

Fernando Matheus é oriundo do grupo ‘Fora Dualib’ e, como a maioria deles, ostenta cargo ‘de fachada’, sem poderes, apenas para agradar o próprio ego e ocultar as diversas possibilidades de pequenas benesses pessoais.

Coelho, desde sempre, atua na condição de ‘parceiro’ do presidente Andres Sanches em negócios futebolísticos.

Ou seja, se quisesse urinar na boca de Matheus poderia fazê-lo, sem risco de reprimenda relevante.

A realidade demonstra isso e o silêncio do ‘diretorzinho’, como bem sabe Coelho, em aceite à humilhação pública, também.

Matheus é sobrinho-neto do histórico Vicente Matheus, que seria incapaz de agir de maneira tão submissa.

Tivesse o mínimo de brio e respeito pelo sobrenome, Fernando pediria a cabeça de Coelho e, em caso de negativa, entregaria sua carta de desligamento.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: