Advertisements

No Rio, perdeu o ‘estelionatário’ da Fé

De maneira acachapante, a população do Rio de Janeiro chutou Marcelo Crivella, que, sob as ordens de Edir Macedo e o apoio de Jair Bolsonaro, infelicitou, por quatro anos, a 2ª Prefeitura mais relevante do Brasil.

Tomara sirva de lição.

Crivella, desde sempre, muito antes de entrar na política, vivia de enganar os mais necessitados.

Não poderia ser diferente no poder.

Por incrível que possa parecer, no contexto geral, era ainda mais repulsivo, e perigoso, do que o genocida que habita o Planalto Central.

As urnas de todo o país demonstraram que, aos poucos, as coisas estão se tornando mais equilibradas, com extremistas (à direita e esquerda), entre políticos e religiosos, devidamente derrotados.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “No Rio, perdeu o ‘estelionatário’ da Fé

  1. Jose

    Devia ser preso pelas mutretas que fez e pelas fake news todas que inventam durante as eleições.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: