Ministério Público pede indeferimento do registro da candidatura de André Negão a vereador de São Paulo

André Negão, Desembargador Ademir Benedito e Sergio Janikian

Apoiador de Mario Gobbi é principal doador de campanha até o momento

Anteontem (19), o Ministério Público Eleitoral de São Paulo, através do promotor Fábio Ramazzini Bechara, pronunciou-se pelo indeferimento do registro da candidatura de André Negão, diretor do Corinthians, a vereador de São Paulo:

O candidato perdeu o prazo para protocolar certidões criminais nos parâmetros exigidos pela legislação.

Aguarda-se agora decisão do juiz eleitoral.

Enquanto isso, Negão registrou as primeiras movimentações financeiras de campanha.

Dos R$ 25.752,70 recebidos, R$ 25 mil foram doados por Sérgio Janikian, um dos principais apoiadores do delegado Mario Gobbi, que disputa a presidência do Corinthians, postulante, inclusive, ao cargo de diretor de futebol.

A aproximação do cartola com Negão é antiga, comercial e já foi retratada nesse espaço.

Janikian é dono da lotérica ‘A Capitalista’, localizada no Shopping Vila Olímpia, loja 210 do primeiro piso.

Porém, a atividade mais lucrativa do negócio seria a parceria com André Negão em atividades zoológicas que não podem ser confessadas ao Imposto de Renda.

Facebook Comments
Advertisements

One Reply to “Ministério Público pede indeferimento do registro da candidatura de André Negão a vereador de São Paulo”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.