Advertisements

‘Organizadas’ do Corinthians deveriam deixar jogadores de lado e marcar reunião com seus empresários

Como de hábito, torcedores ‘organizados’ do Corinthians pleiteiam reunião com os jogadores, para, em tese, cobrá-los sobre o péssimo desempenho do time no Brasileirão 2020, atualmente colocado na Zona de Rebaixamento.

Trata-se de grande equívoco.

O encontro da torcida deveria ocorrer, a portas fechadas, com os empresários responsáveis pela indicação dos atletas: Carlos Leite, Fernando Garcia e Giuliano Bertolucci (que representa Kia Joorabchian).

Muita coisa poderia ser esclarecida.

Por exemplo: quantas vezes o Corinthians antecipou renovações de contrato do goleiro Cássio pagando comissão a Carlos Leite (em todas as oportunidades), apesar do jogador já estar no clube há alguns anos?

Quanto cada empresário ganhou do Timão em cima do mesmo negócio?

No Corinthians, o sujeito indica um atleta, recebe comissão; renova contrato, ganha mais um pouco (em todos os acordos); vende o jogador, leva mais dinheiro.

Ou seja, em vez de pressionar os jogadores, que não aprenderão a jogar futebol só porque foram admoestados, os ‘organizados’ contribuiriam bem mais para a elucidação do reais problemas do Timão se tentassem esclarecer o comportamento de seus ‘mercadores’ e dirigentes coligados.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “‘Organizadas’ do Corinthians deveriam deixar jogadores de lado e marcar reunião com seus empresários”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: