Advertisements

Eis que surge um paladino com ânimo para defender os brancos oprimidos

Polícia americano despedido por ter folha de inscrição no Ku Klux Klan em  casa - Mundo - Correio da Manhã

Da FOLHA

Por CLAUDIA TAJES

Magalu feriu os brios do defensor público ao lançar um programa de trainees exclusivo para pessoas pretas

Estava na hora de surgir um defensor dos brancos oprimidos. Infelizmente, não veio com a inteligência elegante de um professor Sílvio Almeida nem com o brilho de uma Djamila. E daí? Ele está na área, o nosso Messias. Opa, já existe o Messias. Não aquele de barba, o que andava com os pobres e desfavorecidos, mas esse de agora, o acima de tudo e de todos.

Melhor deixar o Messias fora disso.

Pode parecer que o nosso valente está ocioso, mas não. Menos de 600 defensores públicos da União atendem hoje, na esfera federal, a toda população sem condições de recorrer a advogados. Trabalho é o que não falta. Ainda assim, assoberbadão, o paladino encontrou ânimo para brigar pelos brancos indefesos.

Homens brancos com causa, é disso que esse país precisa.

O defensor não esperou que um homem branco fosse assassinado com 80 tiros nem que uma criança branca fosse morta a caminho da escola para tomar a dianteira da luta.

Seu alvo foi o Magazine Luíza, que feriu-lhe os brios ao lançar um programa de trainees exclusivamente para pessoas pretas. As mesmas a quem, em geral, são negadas oportunidades de ascensão nas empresas, como justificou o próprio Magalu ao lançar a iniciativa.

Em sua cadeira, diante de pilhas de ações previdenciárias, trabalhistas, de habitação, de alimentação, de saúde e outras tão urgentes quanto, nosso justiceiro bateu a franja. Se alguém vai lacrar aqui, soy yo.

De posse da opinião de luminares como o presidente da Fundação Palmares e de um artigo escrito por alunos do filósofo do nada, Olavo de Carvalho, o audaz servidor foi a campo. “O que pode parecer uma preocupação com igualdade social, portanto, pode ser uma ameaça à democracia a médio prazo.” Valor da multa para o Magazine Luíza: R$ 10 milhões por danos morais.

Toma.

A Defensoria Pública da União logo emitiu uma nota dizendo que seus membros gozam de liberdade para agir, mas que a posição do sujeito de franja não representava o pensamento da instituição. Entretido com entrevistas a sites de extrema direita, ele fez que nem viu.

Sugestão leiga: despejar mais algumas pilhas de processos na mesa do arrojado protetor dos brancos.

Assim ele fica sem agenda para procurar pelo em ovo. E, quem sabe, evita passar mais uma vergonha federal.

Advertisements

Facebook Comments

2 comentários em “Eis que surge um paladino com ânimo para defender os brancos oprimidos”

  1. O Estatuto da Igualdade Racial – Lei 12.288/10 – em seu 2o diz: “É dever do Estado e da sociedade garantir a igualdade de oportunidades, reconhecendo a todo cidadão brasileiro, independentemente da etnia ou da cor da pele, o direito à participação na comunidade, especialmente nas atividades políticas, econômicas, empresariais, educacionais, culturais e esportivas, defendendo sua dignidade e seus valores religiosos e culturais”.

    Sendo assim vejo que a empresa resolveu ignorar as leis da economia e principalmente do direito para aderir ao marketing da lacração ou como a turminha do selo azul prefere dizer o “marketing do bem”. Não custa lembrar que os nazistas mediam o tamanho do nariz pra saber quem era judeu e assim mandá-los para a morte, já a Magalu pretendia usar a cor da pele para discriminar pessoas, afinal não se trata de um programa de cotas, mas de uma seleção de emprego exclusivamente baseada na cor de pele, algo que viola expressamente a Constituição Federal e o Estatuto da Igualdade Racial, que inadmitem discriminação pela cor de pele para admissão de empregados.

    Pra não variar, quem lacra não lucra!

  2. Como existe resistência à inclusão, arrumam todo tipo de argumento distorcido. Inclusão sim! Palhaços não! Fora Trump e fora Bolsonaro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: