Advertisements

A covardia de Rodolfo Landim

Ontem (25), o jornalista e fotógrafo Matheus Grangeiro, responsável, até então, pelas publicações em mídias sociais do Flamengo, foi demitido do clube porque executou seu trabalho exatamente como combinado.

Tudo porque o profissional registrou os atletas da agremiação no voo que trouxe a delegação de volta do Equador.

Todos sem máscara, exatamente como tem ocorrido há meses.

Não à toa quase todo o clube está infectado por COVID-19.

A princípio, o presidente Rodolfo Landim, grande incentivador da imprudência, disse não ter visto nada de mais, porém, diante da repercussão, obviamente, negativa do episódio, decidiu ‘dar uma rasteira’ na parte mais fraca, a de quem, simplesmente, fotografou a realidade do clube.

O próprio Grangeiro definiu bem o ocorrido:

“Em dez anos de futebol e 26 de vida, nunca fizeram algo tão covarde comigo”

O que esperar de um Landim que, por anos, se beneficiou de estar ao lado de ilibados como Eike Batista, deu de ombros para as vítimas do ‘Ninho do Urubu’, expôs todo o Flamengo ao risco da pandemia, aliou-se ao mais repulsivo presidente da história do Brasil, entre outras barbaridades?

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: