Advertisements

Justiça de São Paulo é extremamente injusta com ex-jogador Edmilson

No início de 2009, ainda jogador de futebol, Edmilson, ex-São Paulo e campeão mundial pela Seleção Brasileira adquiriu um AUDI A7 na Novatech Veículos, mas se deu mal.

Somente ao final do ano recebeu o recibo do veículo.

Em 2010, foi parado na estrada, com a família, descobrindo que havia pedido de ‘busca e apreensão’ do carro por dívida pendente com o Bradesco.

Foram meses de pátio, além do dissabor evidente do episódio, até que conseguisse liminar para regularizar a situação.

A Novatech simplesmente nada fez.

Por conta disso, em 2012, Edmilson ingressou na justiça e conseguiu reparação avaliada em R$ 46 mil, que, atualizados, corresponderiam a R$ 74 mil.

Edmilson nunca recebeu.

Pelo contrário, no último dia 12, onze anos após a compra do carro, o TJ-SP decidiu que a indenização era abusiva, reduzindo-a a irrisórios R$ 13,2 mil.

Os desembargadores foram Neto Barbosa Ferreira (relator), Silvia Rocha e Fabio Tabosa.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Justiça de São Paulo é extremamente injusta com ex-jogador Edmilson”

  1. Hmmm… se quebrarem o sigilo bancário desses três desembargadores, acho que vamos descobrir o porquê da sentença.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: