Advertisements

O mel por detrás de Dudamel

O que justifica um time como o Atlético/MG investir na contratação do treinador Dudamel, tratado como revolucionário no fraquíssimo futebol venezuelano?

Pior: apresentá-lo a seu torcedor como se possuísse a competência, comprovada, de Jorge Jesus ou Sampaoli.

Vamos aos fatos.

Dudamel treinou a Seleção da Venezuela em 42 oportunidades, obtendo apenas 29% de vitórias (a maioria delas em amistosos).

Nas recentes eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia, os venezuelanos foram eliminados ao vencerem apenas duas das dezoito partidas, garantindo, com tranquilidade, a última colocação do torneio.

Se os números não explicam o empenho do Galo na contratação do treinador, o intermediário envolvido no negócio, certamente, esclarece: trata-se de André Cury, que faz do clube mineiro, há algum tempo, seu balcão de negócios.

1+1=2

Desnecessário explicar conta tão trivial e sua relação com os fatos expostos e sugeridos pelo blog.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: