Advertisements
Anúncios

O Atlético/MG terá que se virar para não frequentar a Série B em 2021

Absolutamente descolado da realidade, o Atlético/MG segue negociando a contratação do treinador Sampaoli, que almeja receber R$ 1,7 milhão mensais.

Mas não somente isso.

O argentino, quando no Santos, exigiu que o clube montasse um elenco relevante, que pudesse sonhar com grandes conquistas.

Basta observar o apanhado de jogadores do Galo para certificação da mediocridade reinante.

Pior: não existe margem financeira para melhora.

Sequer para honrar qualquer compromisso com Sampaoli.

O clube deve, somente em empréstimos, R$ 105,3 milhões, sem contar outras despesas, que, previstas, alcançam R$ 379,7 milhões.

Em quadro absolutamente otimista, mas profundamente irreal, a agremiação especula receita, em 2020, de R$ 388,7 milhões.

Ou seja, dinheiro apertado.

Diante desse contexto, o sarro tirado do Cruzeiro, pelo rebaixamento em 2020, pode virar, se o Galo não andar com os pés no chão, no lamento de 2021.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

1 comentário em “O Atlético/MG terá que se virar para não frequentar a Série B em 2021”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: