Advertisements

Corinthians: Joaquim Grava e Marcelinho a serviço de André Negão

Em troca de algumas benesses, entre as quais a colocação de um busto no Parque São Jorge, o notoriamente desfrutável Marcelinho Carioca divide espaço, há algum tempo, com o cartola corinthiano André Negão, em programa da rádio Capital.

O objetivo é bajular o dirigente, que concorrerá, em 2020, à vaga de vereador de São Paulo.

Durante a semana, o médico do Corinthians, Joaquim Grava, foi um dos convidados e prestou-se a papel semelhante.

Elogios diversos e nenhuma referência a problemas do dirigente.

Falou-se sobre as obras dos CTs profissional e de base, sem citação às acusações de desvios de material da Dersa, do superfaturamento, nem das notas fiscais sem serviços, disponibilizadas por empresas ligadas a dirigentes.

No Centro de Treinamento da Ayrton Senna, apesar de, à época, Negão estar envolvido com a jogatina e Grava, na medicina, ambos foram engenheiros, arquitetos e compradores do empreendimento.

O Médico superou Rivellino, Sócrates e demais ídolos, batizando o CT.

Também não se falou nos três indiciamentos do cartola, por crime tributário, na condição de dirigente do Timão, nem dos áudios que sugerem recebimento de propina da Odebrecht.

“Quantas vezes o André, naquele CT, me ajudava, me estimulava…”, disse Grava, em meio a constrangedores elogios.

No Corinthians, palavras como ‘ajuda’ e ‘estímulo’ precisam ser melhor detalhadas.

Joaquim Grava, Bernardo, Oliverio Junior e Andres Sanches
Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: