Advertisements

Flamengo vencerá a Libertadores, o Brasileiro e o Mundial

O massacre imposto ao Grêmio, numa semifinal de Libertadores, por cinco a zero sem que houvesse menor chance de reviravolta, dá bem a tônica do que o torcedor do Flamengo pode esperar nos próximos dois meses.

Tivéssemos dois jogos finais contra o River Plate, um deles na Argentina, outro no Brasil, seria bem mais difícil, mas, ainda assim, o rubro-negro seria favorito.

Com partida única, em campo neutro, a previsão é de novo passeio.

Daí, pouco tempo depois, o Flamengo disputará o Mundial, com quase certa final contra o Liverpool, que, por ironia do destino, foi batido pelo clube carioca no histórico embate dos anos 80.

Tratava-se do melhor rubro-negro de todos os tempos, com direito ao galinho Zico, no auge.

Naquela época, foram três a zero, impiedosos.

Nos dias atuais, as chances se equiparam às do passado porque os ingleses possuem uma boa equipe, mas não se trata do que há de melhor na Europa, diferentemente do Flamengo que, de longe, supera a todos nas Américas.

Além disso, está confiante e em ótima fase.

Nos próximos dois meses, o Flamengo vencerá a Libertadores, erguerá o troféu do Brasileirão e retornará ao olimpo do planeta, de maneira incontestável.

Bastou para isso, após anos desesperadores, voltar a jogar futebol.

Advertisements

Facebook Comments

4 comentários em “Flamengo vencerá a Libertadores, o Brasileiro e o Mundial”

  1. Num é melhor ir com calma não, dizer que vai passar os argentinos na final com facilidade , ainda mais se for ver o histórico de brasileiros contra argentinos ta soando bastante arrogante.

  2. Menos, menos…. O Brasileiro é garantido pro Flamengo, um campeonato de baixo nível técnico em que o pífio São Paulo está em 4o e retrancado Corinthians em 5o….

    Agora pra ganhar o Mundial, antes o Flamengo tem de vencer o River, se trata de um jogo só e tudo pode acontecer, diria que o River é favorito, por estar defendendo o título e ter eliminado seu principal rival. E chegando lá no Mundial, o Flamengo teria de passar pela semifinal contra um time sem expressão, mas que nos últimos tempos têm eliminado os portentosos campeões da Libertadores.

    Lembro da mais recente final da Champions, também em jogo único, um pênalti com menos de 5 minutos de jogo destruiu todo esquema tático montado pelo treinador do Tottenham e abriu as portas para o Liverpool, que era o favorito, ganhar. Num jogo único um detalhe como um pênalti, um frango, uma expulsão, uma contusão, pode definir o campeão.

    Ontem depois de levar 2o gol, Grêmio simplesmente desistiu de jogar, isso aconteceu por méritos do treinador português que na volta para o segundo tempo poderia repetir a velha fórmula que renomados treinadores como Mano, Tite, Luxa, Cuca, Abel, Carile, Felipão, Levir, etc, utilizam, que seria recuar o time e jogar no contra-ataque e, “sabendo sofrer” levaria o 1 x 0 até o fim, correndo risco de levar gol de empate e ir para os pênaltis, mas ao contrário, ele colocou o time dele pra frente, deu uma blitz e definiu o jogo marcando gols ao invés de ficar segurando o 1 x 0, desse modo ele não deu chance pro Grêmio ameaçar.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: