Advertisements

O sabujo vascaíno

Enquanto o Flamengo dava exemplo peitando a CBF no episódio Ranier, o Vasco da Gama, lamentavelmente, reduzia-se ao tamanho moral de seu presidente.

Ao justificar a liberação de Talles Magno à Casa Bandida, ‘Judas’ Campello disse:

“Deve haver bom senso. Brigar nunca é bom. É melhor um mau acordo do que uma boa briga”

Eurico Miranda, esqueça-se seus defeitos, deve estar rolando no túmulo.

O Vasco da Gama, há tempos retirado do protagonismo do futebol brasileiro, vítima da má-gestão de seus cartolas, em vez de lutar para retomar a condição anterior, é submetido à condição de sabujo da CBF.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: