Advertisements

Coluna do Fiori

fiori - dicunto

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

apito limpo

“Quando uma história começa a ter vírgulas demais, é porque está chegando a hora de colocar um ponto final”

Ignorado

—————————————————————

Tá chegando a hora eleições SAFESP 2019

Conforme deliberação datada em 27/06/2019, enunciada pela juíza Raquel Marcos Simões da 86ª Vara do Trabalho de São Paulo; no dia 27/07 finda o prazo para diretoria do SAFESP, divulgar edital referente regulamento para eleição 2019

Salvo

Aceite do possível recurso denominado: agravo de instrumento, disposto no art. 897, “b”, da CLT; a eleição deve ser realizada na primeira quinzena de Agosto

Final de semana

Por coincidência 27/07/2019 desabou neste sábado, sendo assim, acredito que a data final para publicação do edital possa ocorrer na segunda feira 29/07 – apesar de que especula-se que a magistrada estaria de férias, o que poderia, em tese. atrasar todos os procedimentos.

—————————————————————-

11ª Rodada da Serie A do Brasileirão – 2019

Sábado 21/07

Vasco 2 x 1 Fluminense

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)

VAR

Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Item Técnico

Aceitável

Item Disciplinar

No transcurso da peleja ocorreram cisões entre litigantes e reclamações para com o arbitro resultando:

Cartão Amarelo: 04 para defensores do Vasco e 03 para defensores do Fluminense

Cartão Vermelho: para Digão defensor do fluminense após segundo amarelo e:

– vermelho direto para seu consorte Frazan no momento que segurou o oponente Yago impedindo aberta oportunidade de marcar gol

Ceara 2 x 0 Palmeiras

Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)

VAR

Rodrigo Nunes de Sa (AB / RJ)

Item Técnico

Duas participações do VAR:

1ª – no lance antecedente do primeiro gol da equipe cearense, perto da intermediaria esmeraldina ocorreu choque do palmeirense Deyverson com oponente,

– postado ao lado do ocorrido arbitro nada marcou, bola seguiu, sobrando para Mateus Gonçalves mandar profundo da rede;

– de pronto, Weverton goleiro alviverde correu em direção do assoprador reclamando falta no lance acima;

– Sem necessidade, passando a responsa para o VAR, boto-branco foi até o monitor, voltou e validou o gol

2ª – Marcos Rocha cruzou bola para interior área cearense, na disputa,

– Deyverson pouco a frente de dois oponentes, deu leve toque na redonda, ao caírem, os oponentes direcionaram os braços para apoia-los,

– neste momento a bola toca no braço de um, repicando no braço do outro,

Assoprador de latinha

Estava perto, com visão total, de frente pro lance, mesmo assim, apontou falta penal para o Palmeiras;

Ouviu

VAR, foi ao monitor, se fez de migue, retornou ao campo indicando que a penalidade máxima não ocorreu

Conclusão

Leonardo Gaciba, ex-árbitro e principal dirigente da CA-CBF: Fique esperto!

Se não ficar! A casa cai

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 03 para defensores do Ceara e 02 para defensores do Palmeiras

Domingo 22/07/19

Botafogo 0 x 1 Santos

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)

VAR

Caio Max Augusto Vieira (RN)

Item Técnico

Trabalho normal dos representantes das leis do jogo

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 02 para botafoguenses e 03 para santistas

Cartão Vermelho: Gilson defensor do Botafogo e Lucas Verissimo defensor santista por segundo amarelo

Corinthians 1 x 1 Flamengo

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

VAR

Daniel Nobre Bins (RS)

Item Técnico

Acertou ao marcar a penalidade máxima sofrida por Wagner Love atacante corintiano no momento que foi empurrado por seu oponente Berrio

VAR

Ouvido demoradamente, penalidade confirmada, resultando no gol corintiano

Perto

Do término, após o flamenguista Renê cobrar escanteio, seu consorte Arão cabeceou arredonda em direção à meta corintiana,

– de pronto, Cassio goleiro corintiano espalmou, bola sobrou para Gabriel marcar o gol de empate

Complicado

No momento que a redonda ultrapassou a linha da meta, Vuadem olhou e acatou a indicação da posição de impedimento do flamenguista efetuada por Jose Eduardo Calza (RS) assistente 02

VAR

Foi ouvido, apesar de ter demorado, por diferença de milímetros confirmou que Gabriel estava regularmente posicionando

Ressalto

Ser perto do impossível que olhos humanos postados distantes do lance acima, tenham condições definir conforme o VAR

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 01para corintiano e 04 para flamenguistas

Cartão Vermelho: 01 para defensor flamenguista

———————————————————–

Política

“ESQUERDA” X “DIREITA” Esquizofrenia ideológica avança

Militantes partidários ou mesmo abestados e interesseiros tornaram as discussões políticas uma arena de guerra e hostilidades no Brasil

O termo esquizofrenia significa “cisão das funções mentais”. Atualmente, a esquizofrenia não é classificada como doença, mas sim um transtorno mental que pode afetar homens e mulheres de várias idades, nacionalidades e diferentes estratos sociais.

Especialistas afirmam que não existe uma só causa para aparecer este tipo de transtorno. Fatores psicológicos, o ambiente, o histórico de distúrbios mentais na família e a utilização de substâncias psicoativas podem estar relacionados com o desenvolvimento da esquizofrenia.

Mas não é sobre esta esquizofrenia que pretendo discorrer. Falo da histeria e ignorância que mais se assemelham a um colapso de distúrbio mental coletivo, raivoso e sem noção, originário da mais absoluta intolerância.

Os “esquizofrênicos” estão por toda parte. Entre políticos, empresários, imprensa e, principalmente, entre os extremados que não escolhem profissão, cor e nem idade.

As “certezas” são tantas que é mais fácil fazer a água correr para cima do que movê-los da convicção doentia de quem enxerga apenas por um ângulo polarizado. Pior são as classificações e comentários sobre “esquerda” e “direita”. Os equívocos que ambas as linhas ideológicas cometeram ao longo da história são desconhecidos ou ignorados conforme convém. Servem apenas de munição um contra o outro.

Esquerda ou direita, não importa. Existem valores, princípios e estratégias benéficas em ambas às linhas. Não reconhecer isso é a mostra de ignorância e extremismo. A “convicção” de que “devemos” ser de um ou de outro lado é a própria intolerância, nada mais.

As barbaridades se propagam por toda parte, mas é nas redes sociais que ganham escala e se multiplicam as atrocidades e bobagens. Para piorar, as asneiras começam pelas falas desastrosas do nosso presidente Bolsonaro e sua incrível prole, e acabam no ranço dos esquerdistas fanáticos que ainda defendem Lula e seu compadrio como honestos e vítimas. Francamente, é preciso ter estômago!

E nesta seara raivosa, inconsequente e sem o menor pudor nem sentido, a população assiste a um “show de horrores”, lamentável e cheio de intolerância, onde cada qual quer impor a sua, o tempo inteiro. Ambas as “facções” apostam na ideia de que “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”.

Quando adentramos nos números econômicos e sociais, encontramos uma economia debilitada, um desemprego histórico que se arrasta faz anos e um jeitinho brasileiro que preserva, ainda que nem todas, benesses de militares, parlamentares e profissionais do Judiciário, para não citar todos. Falo da Reforma da Previdência.

Incrível como as classes organizadas se protegem e permeiam as decisões em Brasília, onde o clamor popular não alcança. A esquerda governou por mais de uma década e não moveu uma palha para fazer a reforma. Fingiu, mas de concreto preferiu o populismo. E segue na retórica falida.

Os militares retornaram ao comando por meio de Bolsonaro que, logo estimularam e encaram a reforma, mas se protegem. Agora, a esquerda reclama. E o povo, assiste.

Enquanto isso, a imprensa está preocupada com os hambúrgueres do “bolsoninho”, igual Dilma queria “estocar vento”. O show de asneiras brazilianas reflete o público que se digladeia entre prós e contras de Bolsonaro e Lula. “As universidades são ditas de esquerdistas e os empresários são obcecados por lucros do pecado.”

Verdadeiramente, não sei onde esta “esquizofrenia” vai nos levar.

E fiquem à vontade para criticar. “esquerdistas” ou “direitistas”, não importa.

Esta reflexão não tem a pretensão de obter vossa concordância.

Criador: Adair Weiss: Diretor do Grupo A HORA – Publicado no dia 20/07/20109

———————————————————-

Finalizando

“Quando o fanatismo gangrena o cérebro, a enfermidade é incurável”

Voltaire – foi um filósofo e escritor francês

————————————————————-

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP-27/07/2017

Confira abaixo o programa “COLUNA DO FIORI”, desta semana, que foi ao ar em nosso canal do YouTube.

Nele, o ex-árbitro comenta assuntos, por vezes, distintos do que são colocados nesta versão escrita:

*A coluna é também publicada na pagina http://esporteformigoni.blogspot.com

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: