Advertisements

Coluna do Fiori

fiori - dicunto

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

apito limpo

“Estou cansado, no final da estrada (…) Mesmo assim, vejo com alegria o que fiz, sem me intimidar com a opinião dos outros”

Arthur Schopenhauer – foi um filósofo alemão

——————————————————

27/06/2019 – decisão final da Justiça alusiva eleição SAFESP 2019

Após oitiva das partes ocorrida na quarta feira, 05/06, a meritíssima comunicou aos interessados a data 27/06 alusiva a sua determinação quanto à demanda emanada da Chapa 01 (oposição) contestando a eliminação promovida pela comissão eleitoral SAFESP

Licenciado

Na época Aurélio Sant’Anna Martins cabeça da Chapa 01 afirmou que houvera pedido licença das escalas até o apurar dos votos

Retrocedeu

Aceitando a convocação da CA-FPF para realizar testes físicos Aurélio acuou da licença, após aprovado, Aurélio se colocou a disposição para ser escalado em todas as categorias

Concretizado

Dai em diante arbitrou na categoria Amador: Taubaté 0 x 1 Santos acontecido no dia 26/05

No dia 01/06 arbitrou EC São Bernardo 3 x 1 São Bernardo FC, referente a categoria SUB20

Estando escalado para arbitrar no dia 09/06 na categoria Amador a contenda: Palmeiras x Ferroviária

Contesto

Assim como no passado que árbitro atuante faça parte da diretoria do SAFESP

Antiético

Que analistas da arbitragem ocupem cargos diretivos

Zunzuns

Conversando com ex-árbitro frequentador das imediações da sede FPF e entidades ligadas ao futebol, fortaleci que existe altivo percentual de verdade quanto a solicitação do árbitro Aurélio Sant’Anna Martins para que Arthur o indicasse para o STJD/FPF

Oposição

Não conseguindo passou a ser oposição

Respondendo

Indico que Aurélio o faça através Blog do Paulinho – Jornalismo com Credibilidade: celular (11) 98402-3132

Aconselhando

Calar é consentir

——————————————————————–

7ª Rodada da Série A do Brasileirão – 2019

Sábado 01/06

Flamengo 2 x 0 Fortaleza

Árbitro: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)

VAR

Rafael Traci (SC)

Item Técnico

O segundo gol da equipe flamenguista marcado por Gabriel foi confirmado pelo VAR, explico:

– No instante que ergueu o braço para sinalizar impedimento, o assistente 02: Henrique Neu Ribeiro (SC),

– não intuiu que portador da camisa 13 do Fortaleza, concidentemente de nome Gabriel,

– dava condições de jogo pro xará flamenguista, vez que:

– assim que a bola foi lançada para o interior de sua área, rápida e espertamente, deu passo à frente, iludindo o assistente

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 01 para flamenguista

Ressalto

Que não acompanhei o todo da refrega, meu comentar é baseado no VT do lance

Domingo 02/06

Botafogo 1 x 0 Vasco

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

VAR

Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Item Técnico

Deixou de marcar penalidade máxima no instante que Marcos Junior defensor vascaíno fez uso do braço para empurrar e tirar o controle do oponente Gilson

Provavelmente

A visão do árbitro no lance acima tenha sido encoberta pelos litigantes, no entanto: fiquei  abismando com a omissão do VAR

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 02 para botafoguenses e 03 para vascaínos

São Paulo 1 x 1 Cruzeiro

Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA-SC)

VAR

Heber Roberto Lopes (SC)

Item Técnico

Prejudicou a equipe do Cruzeiro por não ter marcado pênalti quando do desviar da redonda com a mão esquerda, – cometido por Anderson Martins defensor são-paulino

VAR

Contando com tecnologia, errou junto

Corretos

Foram os assistentes 01: Kleber Lucio Gil (FIFA-SC) e 02 Thiaggo Americano Labes (SC) por ter sinalizado a posição de impedimento do cruzeirense Fred nos lances findado com a redonda no fundo da rede são-paulina

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 03 para são-paulinos e 03 para cruzeirenses

Cartão Vermelho: Correto para Igor defensor do São Paulo no instante que puxou a camisa de um dos oponentes que dominava a bola com total possibilidade de marcar gol

Chapecoense 1 x 2 Palmeiras

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA-PR)

VAR

Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Item Técnico

Estava de frente pro lance no instante que estando dentro de sua área, Deyverson defensor palmeirense, ergueu o braço esquerdo para dar claro desvio na pelota, mesmo assim, na cara dura: nada marcou,

– jogo seguiu ate a paralização por falta ocorrida na linha intermediaria da defesa da equipe da casa

VAR

Após ouvir o VAR, o cara de pau caminhou até o monitor, viu a cagada que fez, voltou ao campo apontando a marcada penalidade, que pós-cobrança resultou no gol da Chapecoense

Correta

A sinalização do assistente 01: Ivan Carlos Bohn (PR) da posição de impedimento do atleta Rildo da equipe mandante no instante que mandou a redonda profunda da rede

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 02 para defensores da equipe da casa e 05 para visitantes

Terça Feira 04/06 – Copa do Brasil 2019

Flamengo 1 x 0 Corinthians

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

VAR

Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Item Técnico

Partida bem disputada com dois fatos principais:

1º – Quando de um ataque flamenguista findado com a redonda no fundo da rede corintiana, Vuaden acertou por ter marcado a falta cometida por Rodrigo Caio no corintiano Vagner Love

VAR

Consultado via comunicador, corretamente confirmou a infração

2º – Jorge Eduardo Bernardi (RS) Assistente 02, precipitadamente sinalizou impedimento na jogada legal findada com o toque na bola do flamenguista Rodrigo Caio no fundo da rede corintiana

VAR

Corretamente comunicou ao árbitro Leandro Vuaden que o lance foi legal

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 02 para flamenguistas e 02 para corintianos

Quinta Feira 06/06

Santos 1 x 2 Atlético-MG

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)

VAR

Rodrigo Nunes de Sa (RJ)

Item Técnico

Disputa sem muitos problemas, como principal:

Correta marcação da falta no instante que Welison defensor atleticano atingiu com o braço o rosto do santista Marinho,

Vermelho

Seguido do sinalizar da falta, rapidamente o árbitro tirou o cartão vermelho do bolso expulsando o atleta mineiro

VAR

Após consultar o VAR, corretamente, cartão vermelho anulado, para advertência com cartão amarelo

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 03 para santistas e 03 para atleticanos

Política

Na contramão a 100 km/h

Brasil regride nas armas, no Trânsito, no ambiente, nos costumes, até no bom senso

O presidente Jair Bolsonaro anuncia o fim da “indústria da multa”, mas pode estar reforçando a “indústria da morte” com a obsessão pelas armas, o estímulo para converter carros em armas e a sensação de que, ao virar presidente, está livre para tornar suas convicções pessoais em agenda de Estado. Os papos com filhos e amigos agora viram MPs, decretos, projetos de lei. Danem-se especialistas, dados e pesquisas científicas.

Para o presidente da Comissão da Reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PL), ele “não tem noção de prioridade e do que é importante para o País”. Além de “flexibilizar” a posse e o porte de armas, Bolsonaro levou orgulhosamente ao Congresso um projeto leniente com infratores e infrações de trânsito – um grande assassino no mundo. No Brasil, foram 35,3 mil mortes e 180 mil internações só em 2017.

Japão, Canadá, França e Espanha reduziram a mais da metade as mortes no trânsito. Como? Com educação, abordagem policial e penas duras para infratores. E o Brasil? Se depender do presidente da República, o Brasil vai na contramão, a mais de 100 km/h. Os radares estão ameaçados e os maus motoristas poderão cometer o dobro das barbaridades até perder a carteira, não terão de se preocupar com cadeirinhas e estarão livres de comprovar que não usaram algum tipo de droga, mesmo que dirijam ônibus e caminhões.

Não satisfeito com a reação, o presidente engatou a segunda e disse que, por ele, os pontos para cassar a carteira não deveriam ser “só” 40, mas 60. Divirtam-se os que pisam no acelerador, avançam o sinal, estacionam em calçadas e vagas de idosos e deficientes.

É possível que a base eleitoral de Bolsonaro ache tudo isso o maior barato, mas esse barato pode custar muito caro – em vidas humanas, em lesões irreversíveis e em custos para o sistema público de saúde, já tão depauperado.

Essas medidas, porém, combinam com a leniência de Bolsonaro em outras áreas, como Meio Ambiente. Pescar em áreas protegidas pode, desmatar fica mais fácil, transformar santuários em “Cancúns” está no horizonte, a carreira de agente ambiental corre risco. Ambientalistas são tratados como esquerdistas que atravancam o progresso, um perigo para o Ocidente.

Direitos Humanos? Deve ser coisa de gente que estuda Sociologia, Filosofia, Antropologia, vistas como inutilidades que alimentam a “balbúrdia” nas universidades públicas, aliás, elas próprias alvo da tesoura ideológica implacável do novo governo. E temos a ministra Damares e o chanceler Araújo, com o guru Olavo de Carvalho, pairando sobre tudo e todos.

E Bolsonaro tinha de declarar apoio ao craque Neymar, acusado de estupro e agressões por uma moça? “Ele está em um momento difícil, mas acredito nele. Neymar, hoje à noite estamos juntos!”, avisou o presidente, antes de ir ao jogo Brasil-Catar e visitar o jogador num hospital em Brasília.

Não se deve demonizar nem santificar Neymar, mas vai… numa mesa de bar, qualquer um pode achar que Neymar é culpado ou inocente e que a moça é isso e aquilo, mas um presidente da República? Ele assistiu à cena? Ouviu Neymar? A moça? Teve acesso aos autos? Tem informação de bastidores?

Verdade ou não, a mensagem subliminar do presidente é que ele não acha nada demais um estuprozinho daqui, uma agressãozinha dali. Afinal, minimizou a gravidade da situação, assumiu sem pestanejar a versão do craque e desqualificou a moça. Homens sempre têm razão. Espantado com as mudanças propostas por Bolsonaro, o criador e presidente por dez anos da Frente do Trânsito da Câmara, ex-deputado Beto Albuquerque (PSB), acusa: “O Brasil está na contramão, ou andando de marcha a ré”. Não é só no trânsito, deputado!

Publicado no Estadão do dia 07/06/2019 – Autoria da jornalista e comentarista Eliane Cantanhêde

———————————————————–

Finalizando

“Quando não valer a pena lutar pelas pessoas, já não estaremos lutando por nós mesmos…”

Fredjoger – Pensador

————————————————————

Chega de Corruptos e corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP-08/06/2019

Confira abaixo o programa “COLUNA DO FIORI”, desta semana, que foi ao ar em nosso canal do YouTube.

Nele, o ex-árbitro comenta assuntos, por vezes, distintos do que são colocados nesta versão escrita:

*A coluna é também publicada na pagina Facebook:  “No intervalo do Esporte”

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Coluna do Fiori”

  1. Acompanho o Blog do Paulinho e também a sua coluna semanal há alguns anos. Parabéns a você, Fiori, e ao Paulinho pelo excelente trabalho prestado em prol do esclarecimento dos fatos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: