Advertisements

Das ruas, Bolsonaro só ouve a voz que lhe convém

Da FOLHA

Por RANIER BRAGON

Para presidente, povo se resume a quem vestiu verde e amarelo no domingo

Ao se fiar nas manifestações de Jair Bolsonaro durante e após os atos de domingo (26), o presidente acredita que o povo brasileiro se resume aos que saíram a público com a camisa da seleção. Das ruas, Bolsonaro só escuta o que lhe convém.

O mar de gente que entupiu espaços públicos em 15 de maio nos protestos pela educação —em mais cidades e, na maioria delas, em número superior ao deste domingo— não é povo, mas idiotas, imbecis, inocentes  nas mãos da corja do apagador e giz.

É melhor nem discutir o que pensam os que ficaram em casa ou foram ao Maracanã ver o Flamengo, por exemplo. Por 28 anos deputado, Bolsonaro age como se ainda fosse um deles, a representar um segmento muito específico da população.

Afinal de contas, o que quer o povo brasileiro? Qual é a voz das ruas?

Certamente não é uma só, nem duas, nem três. E nem de longe se resume aos verde e amarelo de domingo —os quais, tirante uma ala sequiosa por quarteladas e outras delícias vindas das trevas, têm o direito de serem ouvidos e representados.

Curiosamente, até em relação a esses Bolsonaro pratica audição seletiva. A tarefa de manter o Coaf com Sergio Moro, por exemplo, foi abandonada pelo governo há tempos, posição reiterada nesta segunda (27).

Os atos de domingo não espelham de forma fiel nem mesmo os 57,8 milhões que votaram em Bolsonaro no segundo turno. Ele foi eleito por pessoas movidas por uma miríade de sentimentos, muitas já decepcionadas com o que estão vendo.

Isso sem falar nos 47 milhões que votaram no PT e nos 11 milhões que rejeitaram tanto um quanto outro —contingente maior do que os que elegeram o presidente. Não são povo?

Mesmo o ato governista não tendo superado o da educação —e isso na “lua de mel” da gestão—, Bolsonaro escora-se nele para, malandramente e com falso ar contrito, propor um “pacto” com os outros Poderes.

Quer que todos eles ouçam a mesma “voz das ruas” que ele diz escutar. Resta saber quem está disposto a cair em mais esse conto do vigário.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: