Advertisements

Flamengo joga contra a segurança de seus jovens atletas

Por decisão judicial, o Flamengo foi obrigado, após o descaso administrativo originador do incêndio que matou mais de uma dezena de jovens atletas do clube, no Ninho do Urubu, a realizar diversos procedimentos de segurança que possibilitaram a reabertura do local.

Entre os quais, estava a necessidade de, assim como ocorre em jogos profissionais de futebol, manter ambulância permanente à disposição da garotada.

Agora não mais.

De maneira mesquinha, quase inacreditável diante do contexto referido, o Flamengo ingressou com recurso, que foi atendido, solicitando a retirada da ambulância, alegando que o custo mensal de R$ 45 mil (contas do clube) era inviável.

Rápida passagem de olhos pelo balanço do rubro-negro no item “receitas” e, também no que indica os milhões de reais pagos em comissionamentos sobre transações de atletas, desmascarariam a falácia.

Agora o Flamengo, em vez de ambulância, terá apenas que comprovar possuir equipe médica disponível no CT.

Os cartolas do Mengão alegaram, também na ação judicial, que aos demais clubes não era dada a obrigatoriedade de possuir ambulância nos espaços de treino dos jovens valores, como se o ruim fosse o parâmetro a ser seguido, em vez do pioneirismo de adequar condições de segurança aos que, muito brevemente, num simples acordo de venda de direitos, conseguiriam sobrepor o investimento, que o clube, novamente de maneira irresponsável, tratou como custo.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: