Advertisements
Anúncios

Quando os “empréstimos” de empresários de jogadores a clubes serão investigados ?

O Conselho Fiscal do Vasco da Gama, em sua última reunião, descobriu que a diretoria do clube socorreu-se de novo empréstimo, tomado junto ao agente de jogadores Carlos Leite, prática que recriminava, veementemente, em administradores anteriores.

Desta vez, R$ 4 milhões.

Leite – que já colocou dinheiro, inclusive, na compra de votos a associados numa eleição do Corinthians, não é o único “empresário” que descobriu esta maneira, esperta, de amarrar o rabo dos dirigentes e conseguir, como garantia do repasse, percentuais de atletas promissores a preço de banana.

A questão a ser debatida é: até quando os órgãos fiscalizadores fingirão não saber da existência desse tipo de procedimento ?

Como é declarado no Imposto de Renda, de ambas as partes, emprestador e tomador, esse tipo de negócio ?

Aliás, é declarado ?

O submundo da bola é campo absolutamente fértil, muito mais do que contravenção e tráfico de drogas, que perdem recursos pagando propinas a policiais, para circulação de dinheiro sem origem.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: