Advertisements

Presidente do Corinthians inicia 2019 com “laranjal” desabando

Concomitantemente aos procedimentos de venda, em massa, de imóveis recém adquiridos, além doutras posses de algum valor (com provável monitoramento policial), o presidente do Corinthians, Andres Sanches – que está morando num flat em São Paulo, enfrentará momentos decisivos em ações do qual é réu, civil e criminal, envolvendo parte de seu “laranjal”.

Segundo documentos inseridos nestes processos, o ex-parlamentar e seus familiares, há décadas, teriam por hábito abrir empresas de fachada, inseri-las, sob coação, em nome de funcionários que eram obrigados a repassar-lhes procurações de plenos poderes para que estes pudessem aplicar golpes comerciais e também no sistema bancário, em procedimento que pode ter lesado dezenas de vítimas em conta de aproxima-se de centenas de milhões de reais.

No TRF-3 (Justiça Federal), após inúmeras tentativas, o Tribunal deu Andres Sanches como citado por “Hora Certa” (desde 11 de dezembro) – os demais réus já haviam sido encontrados, abrindo prazo para defesa e posterior conclusão do magistrado.

Seria surpreendente uma absolvição diante de tantas evidências (a principal, em relatório da Receita Federal que o trata como bandido) e dos fortes depoimentos de duas de suas “laranjas”, também rés – declarando-se coagidas, do esquema afamado como “Fábrica de Golpes de Caieiras” (município em que a maioria das “araras” foram formalizadas na Junta Comercial).

Em desdobramento desta ação, Sanches é cobrado na esfera civil – já condenado, pela Receita Federal, em mais de R$ 15 milhões de impostos sonegados (talvez a razão da recente “liquidação” de bens), além doutros quase R$ 4 milhões, em danos morais e materiais, pelas ex-funcionárias que acusam-no de coação, com a movimentação processual, desde 06 de novembro, conclusa para Sentença.

Enquanto muitos, no Corinthians, acreditam que a Operação Lava-Jato, em que foi delatado como recebedor de propinas da Odebrecht, e o indiciamento criminal por sonegação de impostos (outra) e apropriação indébita – todos no exercício do poder no Parque São Jorge, são os problemas que tiram o sono de Andres Sanches, o pesadelo mais presente do cartola é oriundo de seu complicado passado.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: