Advertisements

Palmeiras é condenado a pagar R$ 2,2 milhões à CET

No dia 27 de julho, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), ingressou com ação de cobrança contra o Palmeiras, por serviços extras prestados no entorno da Arena Palestra, em dias de jogos e shows.

O valor do calote: R$ R$ 2,2 milhões.

A juíza Maria Fernanda de Toledo Rodovalho, da 16ª Vara de Fazenda Pública, julgou procedente o pedido, condenando o clube a arcar, também, com as custas judicais.

O Verdão terá agora a difícil tarefa de cobrar a WTORRE, que, co-autora de muitos destes eventos, apesar de não apenada neste processo (não era réu), evidentemente mantém responsabilidade sobre parte das pendências.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: