Advertisements
Anúncios

Bolsominions modificam texto para fazer propaganda subliminar de Bolsonaro. Autor entrega a farsa*

Por ROBERTO VIERA

O texto sobre o assassinato de Flávio Mendes viralizou no dia de hoje e foi lido por muita gente.

O texto foi escrito com muita tristeza por Flávio, por seus familiares, por nossa cidade e nosso país.

O texto foi escrito pensando também nos meus filhos, e é a eles que me refiro no final quando escrevo textualmente ELES SIM.

Sem qualquer motivação política.

Entretanto, durante o dia de hoje, ladrões de idéias, nefastos e inescrupulosos, suprimiram uma letra daquilo que escrevi pensando em Flávio e nos meus filhos.

Editaram o texto colocando ELE SIM.

E muita gente recebeu desta forma o texto pelo Whatsapp.

O ato é lamentável sob todos os aspectos. E apenas reflete a pobreza espiritual de uma nação que agoniza em sua própria falta de respeito pela dor e sofrimento do próximo.

Portanto, quem encontrar o texto deturpado, por favor corrija.

Abraço fraterno em todos…

Roberto Vieira


Abaixo o texto modificado:

OS LADRÕES DE BICICLETA

Por Roberto (BOB) Vieira – Oftalmologista

Era das poucas diversões que restavam para curtir com os filhos em Recife. Mas hoje, assassinaram mais um pernambucano no Parque das Esculturas, no momento em que estávamos no Marco Zero, eu e os dois caçulas.

Desta vez a vítima foi o filho de uma antiga colega de plantão.

Tudo com o governador candidato garantindo segurança de dentro do seu carro blindado.

Tudo com milhares de pernambucanos clamando por direitos humanos para os bandidos e indulto para os corruptos.

Tudo como se vivessemos em um conto de fadas e não em um circo de horrores.

Meus amigos, conhecidos, colegas e concidadãos estão sendo mortos. Dezenas, centenas de vidas ceifadas na sua melhor fase.

Minha família e as famílias de milhares se tornou refém dos bandidos de arma na mão e colarinho branco.

Não iremos mais passear de bicicleta. Como não iremos mais na praia pois fomos assaltados. Como não andamos pelas ruas do bairro à noite pois seremos sequestrados. Como não estacionamos o carro do lado de fora da escola pois as crianças podem ser tiradas de nós.

Nossa sociedade agora protege o estuprador, o assassino, o corrupto, o corruptor, o traficante e o psicopata.

Como não somos nada disso, os passeios de bicicleta chegaram ao fim.

Curiosamente, parte da sociedade não realiza passeata contra o inferno em que vivemos, pelos mortos e por seus filhos.

Bacana mesmo é gritar ‘ele não’.

Mas olhando meus filhos, eu prefiro dizer ‘ele sim!’.


EM TEMPO: o título da postagem, que fazia menção, equivocadamente, ao Jornal do Commercio, foi corrigido

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: