Advertisements
Anúncios

Presidente do Corinthians é intimado, criminalmente, nas dependências do clube

Indiciado na Justiça Federal por crimes diversos, ligados à prática de “arara” (empresa fajuta, em nome de “laranjas” para subtrair valores, indevidos, de fornecedores, bancos e Receita Federal), o deputado federal Andres Sanches (PT), passou por novo constrangimento, nas dependências do clube.

Oficial de Justiça, que teve dificuldades de localizá-lo em sua residência (o parlamentar vendeu apartamento e está morando em flat) e na Câmara (onde raramente tem comparecido), obteve êxito na sala da presidência alvinegra.

Trata-se do terceiro mandatário corinthiano, entre os últimos quatro, que levaram o nome do clube para as páginas policiais.

Os outros foram: Dualib e Roberto Andrade.

Mario Gobbi, mesmo sem inocência, escapou.

Aos citados, juntam-se, também apontados como supostos criminosos em investigações: André Negão e Vicente Cândido pela “Operação Lava-Jato” (que estaria também investigando Luis Paulo Rosenberg), além de Raul Corrêa da Silva (com Roberto Andrade, Negão e Andres), por sonegação e apropriação indébita de impostos no exercício do cargo alvinegro.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: