Advertisements
Anúncios

Erramos

Da FOLHA

Por RENATO TERRA

Diferentemente do que parte da esquerda especulou, Bolsonaro não simulou um ataque para ganhar popularidade.

Diferentemente do que disse Hamilton Mourão, candidato a vice de Bolsonaro, não há indícios de que o PT esteja por trás do atentado.

Diferentemente do que tuitou Silas Malafaia, o suspeito não assessora a campanha de Dilma ao Senado.

Diferentemente do que disse Gustavo Bebianno, presidente do PSL, não é hora de declarar guerra.

Diferentemente do que seria recomendável, o atentado não serviu de alerta para baixarmos a guarda. Continuamos com os dedos em riste, acusando o outro lado. Como se só existissem dois lados.

Continuamos com as cabeças fechadas em certezas absolutas que nos levam a recorrer aos mais exóticos malabarismos para defender nossas posições.

Erramos. Erramos todos.

Uma escalada de violência precisa ser contida. As próximas tragédias tendem a ser maiores. A começar pelo próprio Jair Bolsonaro, assim que recuperar a saúde. Não se pode consentir que ele continue a clamar pelo “fuzilamento da petralhada” ou ensine crianças a simular armas com os dedinhos.

Os seguidores de Bolsonaro, ainda mais agressivos e intransigentes, estão se assemelhando cada vez mais à imagem que criaram dos militantes petistas. Não há diálogo, não há espaço para novas ideias circularem.

Hora de o histrionismo verde e amarelo e da histeria vermelha decantarem um pouco. Bandeira branca, amor. Baixar a guarda, reavaliar convicções arraigadas, reavaliar o voto.

Hora de esvaziar os debates moralistas e inflar as propostas pragmáticas.

Com a poeira baixa, se dedicar a um lado fundamental dessa eleição que o debate binário tanto turvou: escarafunchar bons nomes para o Legislativo. A mudança política começa por ali.

Hoje não houve clima para o humor da “Semana dos Candidatos”, como nas três semanas anteriores. Espero que a poeira baixe e que as ideias, gafes e piadas retornem à campanha eleitoral, como é de praxe.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: