Advertisements
Anúncios

O Flamengo nas mãos de bandidos

Flavio Godinho

A Justiça Federal condenou o ex-vice-presidente do Flamengo, Flavio Godinho, operador dos esquemas criminosos de Sérgio Cabral e Eike Batista, a 22 anos de prisão.

O rubro-negro orquestrou a assinatura de um contrato para simular a intermediação na venda de uma mina de ouro ao então dono do império “X” (condenado a 30 anos de prisão, no mesmo processo).

A quantia envolvida na operação foi depositada na conta da empresa Arcadia Associados, no Uruguai, que estava em nome de Renato Hasson Chebar e Marcelo Hasson Chebar, que, em delação, dois confessaram a atuação como operadores financeiros de Cabral.

Existe mais gente no Flamengo acusada de envolvimento em esquemas fraudulentos, todos investigados pela “Lava-Jato”, levados ao clube pelo presidente Eduardo Bandeira de Melo, ex-BNDES no período em que o banco serviu de aliado às práticas criminosas do Governo petista no Brasil.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: