Advertisements

Náutico tenta embargar execução de dívida com o Palmeiras, mas Justiça não suspende a cobrança

Em 07 de fevereiro, o Palmeiras ajuizou ação de cobrança contra o Náutico, referente a calote em empréstimo do jogador Patrick Vieira.

O clube paulista quer receber R$ 333 mil.

A justiça, após análise de documentos ordenou a execução da pendência, autorizando pagamento de 50% do valor à vista e o restante parcelado em até dez vezes.

Os pernambucanos, então, contra-golpearam com pedidos de embargos da sentença, porém, o juiz Sergio da Costa Leite, da 33ª Vara Civil de São Paulo, não concedeu efeito suspensivo:

“Teor do ato: Vistos.1) O executado foi citado (folha 107), tendo ofertado embargos à execução de nº 1021326-63.2018, aos quais não foi atribuído efeito suspensivo.2) Manifeste-se o exequente, em termos de prosseguimento, no prazo de 5 (cinco) dias.No silêncio, aguarde-se o julgamento dos embargos”

Ou seja, está nas mãos do Palmeiras tocar adiante a execução ou aguardar o julgamento do mérito do recurso.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: