Advertisements
Anúncios

Coluna do Fiori

fiori - dicunto

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

apito limpo

“Uma mentira pode salvar seu presente, mas condena seu futuro”

Buda – Pensador

———————————————————–

Contradições da CA-CBF

1ª – A escala do fraquíssimo árbitro Wagner Reway, inexplicavelmente detentor do escudo FIFA, para arbitrar a contenda Sampaio Correia x Paissandu, referente à 4ª Rodada da Série B do Brasileirão – 2018

2ª – O escalar do trio do FIFA composto por: Sandro Meira Ricci junto aos assistentes Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse, para exercerem suas funções na contenda Goiás x Vila Nova, que será disputada no sábado 05/05, vez que:

– Sendo os melhores, deveriam estar atuando na Serie A. Né, não?

————————————————————

Terceira Rodada da Série A do Brasileirão – 2018

Sábado 28/04

Botafogo 2 x 1 Grêmio

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

Item Técnico

Foi correto por corroborado com o assistente 01: Alex Ang Ribeiro, determinando fora da área à falta cometida por um dos gremistas no botafoguense Pimpão

Item Disciplinar

Advertiu com cartão amartelo 01 botafoguense e 01 gremista

No todo

Os representantes das leis do jogo não foram exigidos

Domingo 29/04

Atlético-MG 1 x 0 Corinthians

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA-PA)

Item Técnico

1º – Erro seguido do acerto ao consultar o adicional 02: Wasley do Couto Leão (PA), voltando atrás por ter apontado o centro de campo quando do malicioso toque da mão esquerda na redonda do atleticano Ricardo Oliveira objetivando marcar gol, deu azar, vez que: a redonda bateu na trave direita do goleiro Cassio, sobrando para seu consorte Roger Guedes manda-la profundo da rede

Ressalto

Via TV observei o árbitro pouco atrás, com visão encoberta pelo costado do atleta Ricardo Oliveira

2º – Errou por não ter marcado penalidade máxima no momento que Mateus, atacante corintiano, teve o braço esquerdo puxado por um dos oponentes

3º – O gol que decretou a vitória da equipe atleticana foi antecedido por explicito apoiar praticado Roger Guedes, em um dos oponentes

Item Disciplinar

Advertiu com cartão amarelo 04 defensores do Atlético e 03 do Corinthians

Palmeiras 0 x 0 Chapecoense

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)

Item Técnico

Influenciou no resultado e prejudicou a equipe palmeirense por ter marcado impedimento no lance legal do atleta Antonio Carlos no momento que cabeceou a redonda para o fundo da rede da equipe oponente

Item Disciplinar

Advertiu com cartão amarelo 04 defensores do Palmeiras e 06 da Chapecoense

Política

Arte de Roubar

 

O que querem, mesmo é o dinheiro. É uma atração e tanto

O que se pode esperar de bom de uma eleição para presidente da República em que todos os candidatos, com a exceção de um só, vão fazer as suas campanhas com dinheiro que roubaram diretamente de você? Eis aí uma das mais espetaculares safadezas que estão sendo praticadas neste exato momento pelos políticos brasileiros ─ da extrema direita à extrema esquerda, na cara de todo mundo e em plena luz do dia. Não é pouco: o Tesouro Nacional vai doar aos políticos, para suas “despesas de campanha” deste ano, um presente extra de 1,7 bilhão de reais, já separados no orçamento de 2018. É uma aberração que tem a coragem de chamar-se “Fundo de Defesa da Democracia”, ou algo assim. Vem se somar ao “Fundo Partidário”, vigarice antiga criada para dar aos partidos políticos, a cada ano, quantias desviadas dos impostos e destinadas a ajudar na sua “manutenção”.

No ano passado, com um projeto de lei relatado na Câmara pelo deputado Vicente Cândido, do PT, e gerido no Senado por ninguém menos que o senador Romero Jucá, fizeram uma mágica que multiplicou dramaticamente, numa tacada só, os valores que a população deste país será obrigada a entregar aos políticos no decorrer de 2018. É uma conquista notável para os anais da arte de roubar. Quatro anos atrás a mesada anual das gangues que fazem o papel de “partidos” no Congresso Nacional era de 300 milhões de reais. Foi aumentando, aumentando ─ e agora, diante da necessidade de “defender a democracia”, está reforçada por estes novos 1,7 bi. A desculpa é que há eleições este ano e as doações de “caixa dois”, imaginem só, foram proibidas pelos nossos tribunais superiores. É mais ou menos assim: como está teoricamente mais difícil praticar crime eleitoral, chama-se o público para fornecer o dinheiro que os criminosos desembolsavam até agora. Brilhante.

Era para ser pior. Os partidos queriam 3,5 bilhões de reais. O PT, então, exigia até 6 bi, ao fixar o valor do “Fundo” numa porcentagem do orçamento da União. De um jeito ou de outro, é bom para as “orcrims”, bom para os políticos e ruim para você. Este dinheiro, obviamente, não é inventado ─ tem de sair de algum lugar, e este lugar é o seu bolso. Também não pode ser duplicado. Se foi para os partidos é porque não foi para ninguém mais; no caso de 2018, quase 500 milhões de reais foram desviados das áreas de saúde e educação para o cofre dessas figuras que estão se propondo a salvar o Brasil.

O fabuloso “Estado” brasileiro, essa entidade sagrada para o pensamento da esquerda nacional, não tem dinheiro para comprar um rolo de esparadrapo. Mas tem, de sobra, para dar a qualquer escroque que consegue o registro de uma candidatura. Claro que tem. O dinheiro não é “do Estado”, ou “do governo”, ou “do Temer”. Isso não existe.

Estado nenhum tem dinheiro; quem tem o dinheiro que eles gastam é você. É de você que eles roubam, e são justamente os mais pobres que ficam com o prejuízo pior. Quando se tira dinheiro dos ricos e dos pobres ao mesmo tempo, quem é que sofre mais? A isso o PT e a esquerda em geral dão nome de conquista democrática popular ─ é o prodigioso “financiamento público das campanhas eleitorais”, que segundo o seu evangelho elimina a influência “das grandes empresas” nas eleições, etc, etc. É um espanto, pois o PT foi o mais voraz de todos os tomadores de dinheiro de empreiteiras de obras e outros magnatas que jamais passou pela política brasileira. Agora, está avançando também em cima dos impostos pagos pela população ─ e faz isso com o apoio apaixonado dos seus piores inimigos na cena política, os famosos “eles” amaldiçoados pelo ex-presidente Lula há mais de 30 anos e acusados de criar todas as desgraças do Brasil.

Até o momento só o candidato João Amoedo, do Partido Novo, se recusou a receber essa propina: o partido deixou parados no banco os 2 milhões e pouco de reais que o Fundo depositou em sua conta. Porque nenhum outro fez a mesma coisa? Não perca o seu tempo ouvindo explicações complicadas. Não fizeram porque não quiseram fazer; o que querem mesmo é o dinheiro. É uma atração e tanto. Derruba até figuras com os teores de pureza revolucionária da candidata Manuela D’Ávila, que faz cara de horror diante da hipótese de sujar as mãos com essas sórdidas questões financeiras. Prefere enfiar as mesmas mãos diretamente no seu bolso ─ como se assim o dinheiro roubado ficasse limpo.

Da direita velha nem adianta falar; roubar é o seu destino. Mas quando a jovem de esquerda age igual, e nem se dá o trabalho de disfarçar, é que a coisa está realmente preta.

Autor: J.R.Guzzo – é um jornalista brasileiro – Publicado na Edição 2580 da Revista Veja

————————————————————-

Finalizando

“Políticos corruptos perpetuam-se, apenas em nações cujas sociedades se corrompem”

Hermes Machado – Pensador

————————————————————–

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP – 05/05/2018

Confira abaixo o programa “COLUNA DO FIORI”, desta semana, que foi ao ar em nosso canal do YouTube:

*A coluna é também publicada na pagina Facebook:  “No intervalo do Esporte”

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: