Advertisements
Anúncios

Liberdade de imprensa só existe para quem não afronta o poder

“O segredo das fontes é frequentemente ferido e numerosos jornalistas investigativos são vítimas de procedimentos judiciais abusivos.”

(trecho de relatório da ONG Repórteres sem Fronteiras citando o Brasil)


A organização “Repórteres sem Fronteiras” elaborou um ranking sobre Liberdade de Imprensa, em que 180 países foram analisados.

O Brasil encontra-se numa preocupante e humilhante 102ª colocação.

Para justificar a avaliação de nosso país, o relatório diz:

“Ameaças, agressões durante manifestações, assassinatos… O Brasil permanece entre os países mais violentos da América Latina para a prática do jornalismo.”

“A ausência de um mecanismo nacional de proteção para os repórteres em perigo e o clima de impunidade — alimentado por uma corrupção onipresente — rende a tarefa dos jornalistas ainda mais difícil.”

“Num contexto de forte instabilidade política, ilustrada pela destituição da ex-presidente Dilma Rousseff e a incerteza que cerca a eleição presidencial de 2018, a liberdade de informação está longe de ser prioridade para os poderes públicos.”

“A paisagem midiática permanece concentrada no Brasil, ao redor de grandes famílias de industriais, próximas da classe política.”

“O segredo das fontes é frequentemente ferido e numerosos jornalistas investigativos são vítimas de procedimentos judiciais abusivos.”

No Brasil, jornalistas são apenados com prisão – um absurdo ! quando ousam dizer o que pensam ou dificultam a vida de malfeitores que, endinheirados ou poderosos, são tratados com fidalguia pelo judiciário.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: