Anúncios

Bolsonaro tira a extrema-direita do armário

De O GLOBO

Por BERNARDO MELLO FRANCO

Uma mistura de culto evangélico e programa policial de TV. Assim foi o ato que selou ontem a filiação de Jair Bolsonaro ao PSL. O presidenciável defendeu a liberação das armas e prometeu combater “vagabundos” e “marginais”. Ele temperou o discurso com menções a Deus e à “família brasileira”.

O deputado encarregou Magno Malta, dublê de senador e cantor gospel, de puxar uma corrente de oração. Em seguida, investiu no culto à própria personalidade. “Eu sou o Messias. Jair Messias Bolsonaro”, disse, para delírio dos seguidores que lotavam um dos plenários da Câmara.

O capitão reformado incitou o sentimento nacionalista da plateia. “Vamos voltar a ter orgulho da nossa bandeira”, prometeu. “Mito! Mito! Mito!”, responderam os aliados, em coro. “Só tem uma maneira de esta bandeira ficar vermelha: com o meu sangue”, emendou Bolsonaro.

“A violência se combate com energia, e se for necessário, com mais violência”, prosseguiu o pré-candidato. Ele prometeu pedir votos para os colegas da bancada da bala, que se acotovelavam a seu redor. “Quem sabe teremos aqui a bancada da metralhadora”, gracejou.

Dizendo-se defensor da família, o deputado disse que que a homossexualidade “não é normal”. “Um pai prefere chegar em casa e ver o filho com o braço quebrado no futebol, e não brincando de boneca”, discursou. “Casamento é entre homem e mulher, e ponto final”, continuou, apesar de o STF já ter reconhecido a união estável de pessoas do mesmo sexo.

Em outra passagem, Bolsonaro prometeu varrer os partidos de esquerda do Congresso. “Quem reza dessa cartilha de esquerda não merece conviver com os bens da democracia e do capitalismo”, disse. “Nós temos que alijá-los”, acrescentou.

Deputado há 27 anos, o presidenciável se apresentou como promessa de renovação na política. Ele ainda citou Donald Trump como “exemplo para nós seguirmos” e atacou a imprensa, a quem acusou de “conivente com a corrupção”.

Antes de ouvir o líder, Magno Malta se ofereceu para o cargo de vice em sua chapa. Ex-aliado de Lula e Dilma Rousseff, ele evitou lembrar o passado ao lado dos petistas. “Agora você é extrema-direita. Isso não ofende, não”, disse, olhando para Bolsonaro. “Extrema-direita é o que nós somos”, concluiu.

Anúncios

9 Respostas to “Bolsonaro tira a extrema-direita do armário”

  1. marcospaulo2015 Says:

    Só beócios para votar numa tranqueira dessas. Apesar que aqui tá cheio disto.

  2. sandroso2015 Says:

    Eu não sou de mimimi,,, não sou jornalista que se faz de politicamente correto pra ter mídia e likes, o Bolsonaro está certo, perdemos os valores da família,,, para jornalista o bandido não teve chance na vida, bandido entrar na sua casa e matar ou estuprar sua família é um coitadinho, roubar seu celular e sua carteira é maneira do coitadinho sobreviver,,,, vamos fazer um favor..pensem no como era seu respeito perante seus avós e vamos voltar a ter isso em nosso país…..chega de bandido ser coitadinho….coisa que não o é.

  3. Alessandro H.R. Says:

    o terror dos esquerdopatas !! rsrs…

    até padre vai votar nele, já perceberam que do jeito que está não dá mais.

  4. marcospaulo2015 Says:

    Interessante esses beócios. Qdo Chaves tomou o poder na Venezuela, o inútil dep. federal aplaudiu a iniciativa. Depois, qdo Chaves assumiu-se de esquerda, o inútil deputado ficou com cara de paisagem, como se não tivesse apoiado o golpe. Realmente, o Bolsotario não sabe mais para onde atirar e iludir seus eleitores amestrados.

  5. Cyrano Says:

    Bolssomerda irá entrar na sua casa e estapear seu filho por ele ter-lhe respondido, aguardem!

  6. Strupicio (@Fodonio) Says:

    Paulinho, comentários de O Globo são altamente suspeitos, já que Bolsonaro já falou pra quem quiser ouvir que as Organizações Globo recebem hoje quase 90% da ver ba do governo e, se eleito, isso vai mudar, essa verba será dividida com mais equidade. Se ser da direita é não roubar dinheiro público, sou direita e apoio Bolsonaro.

  7. Manoel (@MarketeiroBR) Says:

    Foi tempo que Marcos Paulo era inteligente. Deixou viúvas.

  8. Edu Pavim Says:

    Deus seja louvado. Que a verdadeira direita, ou para os chorões, a ultra extremíssima direita, se assim lhes consolar, assuma as rédeas deste país de merda e o coloque nos trilhos , novamente, assim como Trump o fizera por lá.

    Chega de esquerdalhas enrustidos, esses vagabundos desonestos que se acham paladinos por simplesmente serem contra o PT, mas no fundo compactuam com a manutenção de tudo de ruim que levou esse país ao precipício. Chega de PSDB, PMDB, DEM e o baralho a quatro, viva a verdadeira democracia.

  9. João Carlos Sotto Mayor Says:

    Parabéns Edu Pavim!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: