Conselheiros da Lusa entram na Justiça para que Alexandre Barros preste conta de seus atos

Os conselheiros da Lusa, Antonio Silvestre Torres Morais e Marcelo Carvalho, o Manga, ingressaram com ação judicial contra o presidente do clube, Alexandre Barros, exigindo prestação de contas de suas atividades.

Mais especificamente as razões pela qual não formaliza decisões dos poderes da Portuguesa em cartório.

Sem este procedimento, o que é aprovado não pode ser colocado em prática no Canindé.

Por exemplo, Conselheiros recentemente eleitos não conseguirão tomar posse se a situação mantiver-se como está.

Confira abaixo a íntegra do pedido judicial:

Ação para prestação de contas do presidente da Portuguesa

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.